São Paulo Jovem é queimada com ácido em trote no interior de SP

Jovem é queimada com ácido em trote no interior de SP

Garota de 17 anos teve queimadura de terceiro grau nas duas pernas

Jovem é queimada com ácido em trote no interior de SP

Universidade informou que vai reforçar segurança no campus e pode punir agressores

Universidade informou que vai reforçar segurança no campus e pode punir agressores

Reprodução/Rede Record

Uma jovem de 17 anos, caloura do curso de pedagogia, sofreu queimaduras de terceiro grau após ser atingida por um produto químico durante trote, na segunda-feira (2), primeiro dia de aula nas Faculdades Adamantinenses Integradas, em Adamantina, interior de São Paulo.

A aluna, que mora em Flórida Paulista, foi atendida na Santa Casa. Nesta terça-feira (3), ela teve febre e queda de pressão. A suspeita é que o produto jogado na garota seja creolina misturada com algum tipo de ácido. A jovem estava com amigas nas proximidades da instituição, quando alguns rapazes jogaram tinta misturada com o produto que causou as queimaduras. 

A polícia investiga o trote realizado em frente à faculdade. Os suspeitos ainda não foram identificados.

Em nota, a direção da faculdade condenou com veemência o trote violento e disse que não descarta expulsar os responsáveis. A instituição lembra que o "fato ocorreu fora" de suas dependências e que está solidária com as vítimas.

Bebida, pintura, lama e agressões: trotes violentos ocorrem livremente antes das aulas

Trotes em faculdade de medicina da PUC Sorocaba envolvem ingestão de vômito e fezes