São Paulo Juíza do RJ e irmã são vítimas de sequestro-relâmpago em Jarinu (SP)

Juíza do RJ e irmã são vítimas de sequestro-relâmpago em Jarinu (SP)

Quatro suspeitos pelo crime, ocorrido nesta segunda-feira (31), foram presos. As vítimas foram liberadas sem ferimentos

  • São Paulo | Rafael Custódio, da Agência Record

Jarinu, no interior de São Paulo, está situada na região urbana de Jundiaí

Jarinu, no interior de São Paulo, está situada na região urbana de Jundiaí

Reprodução/Prefeitura Municipal de Jarinu (SP)

Uma juíza do Rio de Janeiro foi vítima de sequestro relâmpago, nesta segunda-feira (31), em Jarinu, município localizado a 76 km da cidade de São Paulo. Pelo menos quatro suspeitos foram presos pela Polícia Civil de Jundiaí — que abrange a região.

De acordo com a Polícia Civil de Jundiaí,, a juíza estava com sua irmã, trafegando por uma avenida de Jarinu, quando foi abordada por pelo menos quatro homens, sendo um deles armado.

Os sequestradores colocaram mulheres no banco de trás e assumiram a direção do carro. Eles transitaram por municípios vizinhos por cerca de cinco horas com as vítimas e fizeram saques de contas bancárias.

Equipes da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Jundiaí foram avisadas sobre o sequestro e localizaram o carro no município vizinho de Campo Limpo Paulista.

Houve perseguição, mas os policiais conseguiram cercar o veículo e fazer com os suspeitos se entregassem, além de libertarem as vítimas. Pelo menos dois homens estavam com elas dentro do carro e foram presos pelos policiais civis.

Segundo a Polícia Civil, as vítimas não apresentavam ferimentos e foram levadas à delegacia, para prestarem depoimento.

No fim da tarde, os agentes localizaram outros dois suspeitos de terem participado do sequestro da juíza e de sua irmã — as vítimas não tiveram os nomes divulgados pela Polícia Civil.

Últimas