Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Polícia prende mais suspeitos de integrar quadrilha do Pix em SP

Adolescente que estava junto com o grupo também foi apreendido. Agentes efetuaram a prisão após um homem ficar 24h em cativeiro

São Paulo|Letícia Assis, da Agência Record

Após extorquir a vítima, suspeitos teriam ido a um bar comemorar
Após extorquir a vítima, suspeitos teriam ido a um bar comemorar Após extorquir a vítima, suspeitos teriam ido a um bar comemorar

A polícia prendeu mais três suspeitos de integrar a quadrilha do Pix no bairro Bandeiras, em Osasco, na Grande São Paulo, na tarde desta quinta-feira (12). Na ocasião, um adolescente foi apreendido

De acordo com o delegado Ricardo Stanev, responsável pelo caso, a última vítima do grupo é um homem que ficou por mais de 24 horas em cativeiro.

Leia também

A vítima havia marcado um encontro com uma mulher. Após se encontrarem, o casal andou por algum tempo até parar em uma rua sem movimento.

Neste momento, o homem foi abordado pelos suspeitos, que o cercaram e obrigaram a entrar em outro veículo, no qual foi levado para um cativeiro. A mulher, que estava no carro com a vítima, foi libertada pelo grupo.

Publicidade

Durante o sequestro, o homem foi ameaçado e obrigado a informar as senhas de suas contas bancárias para a realização de diversas transferências via Pix. Segundo a vítima, ela teve um prejuízo de ao menos R$ 10 mil.

Ainda segundo a Polícia Civil, o grupo ameaçou atear fogo na vítima.

Publicidade

No início da madrugada de quarta-feira (12), policiais militares do 14° Batalhão de Polícia Militar Metropolitano estavam em patrulhamento quando localizaram o veículo da vítima abandonado. O carro encontrado foi encaminhado ao 1° DP (Osasco), onde foi registrado um boletim de ocorrência.

O dono do carro, que após passar 24 horas sob domínio do grupo, foi liberada. Na sequência, ele se dirigiu até a delegacia mais próxima onde relatou o ocorrido.

Publicidade

No depoimento, a vítima informou a região onde estava sendo mantida refém. Com as informações, os agentes se deslocaram até a área conhecida.

Durante campana, os policiais perceberam uma movimentação suspeita próximo a um imóvel e fotografaram os envolvidos. Após encaminharem as imagens para o sequestrado, a vítima reconheceu quatro suspeitos.

Publicidade

Os agentes então prenderam três homens e apreenderam um adolescente, que foram encaminhados para a delegacia. Os detidos estavam sem documentos, dificultando suas identificações.

Nesta sexta-feira (13), os presos serão encaminhados para a audiência de custódia, enquanto o adolescente será levado para a Vara da Infância e da Juventude em Osasco.

Ainda de acordo com o delegado Ricardo Stanev, ele irá representar pela conversão da prisão em flagrante para preventiva. A Polícia ainda apura se a mulher que estava com a vítima tem participação no crime. Ela ainda não foi localizada.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.