Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Policiamento é reforçado na região de Santos, Guarujá e São Vicente após PM aposentado ser morto

Ampliação do patrulhamento feito pela Rota ocorre apenas cinco dias após o encerramento da Operação Escudo

São Paulo|Do R7


Policiamento é reforçado no litoral
Policiamento é reforçado no litoral

Cinco dias após encerrar a Operação Escudo na Baixada Santista, a Secretaria da Segurança Pública de São Paulo voltou a reforçar o policiamento das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota) na região neste domingo (10). O reforço se deve aos recentes ataques contra policiais militares, como o que resultou na morte do sargento Gerson Antunes Lima, de 55 anos, baleado por criminosos na sexta-feira (8) em São Vicente.

· Compartilhe esta notícia no Whatsapp

· Compartilhe esta notícia no Telegram

Segundo a SSP, o policial estava inativo desde 2019 e, antes de ser assassinado, havia atuado na 1ª Companhia do 45º Batalhão Policial Militar. Conforme a pasta, é o 8º PM morto na Baixada Santista desde janeiro, sendo sete inativos. Além desses, 12 policiais militares já foram feridos este ano na região, oito deles em serviço, três em folga e um inativo.

Publicidade

A Operação Escudo, que resultou na morte de 28 pessoas, foi encerrada pela gestão Tarcísio de Freitas (Republicanos) após cobranças de entidades de direitos humanos e cobranças na Justiça sobre o uso de câmeras pelos policiais envolvidos neste trabalho. Segundo relatos feitos à Ouvidoria e à reportagem do Estadão, houve casos de tortura e execução por PMs que atuaram nas comunidades locais. O governo do Estado nega.

O secretário da Segurança, Guilherme Derrite, confirmou o reforço do policiamento no Instagram. "A Rota está com patrulhamento reforçado na Baixada Santista, assim como as demais viaturas da Operação Impacto, equipes de inteligência da Polícia Civil e setor PM Vítima para identificação, qualificação e detenção dos indivíduos que praticaram os atentados contra os policiais", publicou.

Publicidade

No mesmo dia do ataque que resultou na morte do sargento em São Vicente, um policial foi baleado no ombro durante operação na busca por suspeitos de matar o agente, no bairro Castelo, em Santos. Um suspeito de bicicleta sacou uma arma e atirou em direção à equipe.

Além do sargento, uma bala perdida durante o tiroteio atingiu e matou uma jovem de 22 anos. Mais duas pessoas ficaram feridas. Neste sábado, 9, em São Vicente, um policial militar de 46 anos foi baleado em frente à própria casa, no bairro Cidade Náutica. A vítima continuava internada neste domingo.

A Operação Escudo, na Baixada Santista, começou um dia após a morte do soldado da Rota, Patrick Bastos Reis, durante patrulhamento na Vila Zilda, no Guarujá. A operação tinha como objetivo prender os responsáveis pelo ataque, mas resultou na morte de 28 pessoas, entre elas um suspeito de ter participado da ação que matou o policial.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.