São Paulo Prefeitura de São Paulo é condenada a pagar R$ 23 mil a mulher que caiu em buraco

Prefeitura de São Paulo é condenada a pagar R$ 23 mil a mulher que caiu em buraco

Daysa Alves Silva torceu o tornozelo ao se desequilibrar no momento em que subia em um ônibus da empresa Sambaíba

  • São Paulo | Nayara Paiva, da Agência Record

Resumindo a Notícia
  • Prefeitura de São Paulo foi condenada a pagar R$ 23 mil a uma mulher que caiu num buraco.

  • A vítima se desiquilibrou ao pisar no buraco no momento em que tentava subir num ônibus.

  • À decisão ainda cabe recurso.

Acidente ocorreu quando passageira embarcava em ônibus

Acidente ocorreu quando passageira embarcava em ônibus

Werther Santana/Estadão Conteúdo - 29.05.23

O TJSP (Tribunal de Justiça de São Paulo) condenou a Prefeitura de São Paulo a pagar uma indenização de R$ 23 mil a uma passageira que caiu em um buraco no momento em que subia em um ônibus.

Daysa Alves Silva moveu uma ação contra o Poder Executivo municipal após torcer o tornozelo ao se desequilibrar no momento em que embarcava no ônibus. A vítima, de acordo com os advogados, teria enfiado o pé em um buraco.

Durante o processo, a Prefeitura de São Paulo tentou transferir a responsabilidade para a SPTrans, já que o acidente aconteceu no momento em que a passageira entrava no veículo, da empresa Sambaíba.

A companhia de transporte, apesar de citada no processo, não foi condenada na sentença. O TJSP entendeu que o buraco, uma responsabilidade da prefeitura, foi o que de fato motivou a lesão da vítima.

Compartilhe esta notícia no WhatsApp
Compartilhe esta notícia no Telegram

A juíza Fernanda Pereira de Almeida Martins, da 9ª Vara da Fazenda Pública do TJSP, condenou a Prefeitura de São Paulo a pagar R$ 20 mil por danos morais mais R$ 3.000 pelas despesas processuais.

Apesar da sentença, o Poder Executivo municipal ainda pode recorrer da decisão.

Últimas