São Paulo Vingança virtual: publicitária aparece como prostituta em perfil falso após recusar encontro

Vingança virtual: publicitária aparece como prostituta em perfil falso após recusar encontro

Mulher teve mais de 60 mensagens em um dia e recebeu fotos de homens nus

  • São Paulo | Do R7

Perfil fake da jovem foi feito no Tinder

Perfil fake da jovem foi feito no Tinder

Reprodução

No fim da tarde desta terça-feira (16), a publicitária T.P. levou um susto. De repente, homens que ela nunca viu começaram a mandar mensagens pedindo programas com a jovem de 27 anos. Alguns chegaram a mandar fotos sensuais para ela. Tudo parecia muito estranho: de onde aqueles homens todos tinham tirado o contato dela? Por que achavam que ela era garota de programa?

Nada fazia sentido. Até que a jovem ligou os pontos e chegou a uma conclusão sobre o que tinha acontecido. Na última sexta-feira (12), ela tinha começado a conversar com um fotógrafo pelo aplicativo de relacionamento Happn. Eles apenas trocaram algumas palavras por lá e ele pediu o telefone dela.

Depois disso, eles começaram a conversar por meio do WhatsApp e combinaram de marcar um encontro. Quando chegou o final de semana, A.R. começou a cobrar a mulher para que eles fossem se ver. Além disso, ele fazia questão de que ela levasse o seu filho para o encontro.

Depois de negar o convite, o homem mandou mais uma mensagem nesta terça-feira, cobrando a presença dela mais uma vez em um encontro que ele queria realizar ainda esta semana. Mais uma vez, a mulher recusou o convite e disse que não iria levar o filho dela para um encontro com uma pessoa que nunca tinha visto antes na vida.

— Eu falei pra ele: “Olha, eu nunca vou levar meu filho num date com uma pessoa que eu nunca vi”. Como eu sou mãe solo, sempre estou preservando o meu filho. Foi aí que ele começou a falar um monte de besteira, me xingar, me perguntar se eu sabia ler, falou que eu era louca...

Depois disso, ela bloqueou o homem e não quis mais falar com ele. A discussão com o fotógrafo começou por volta das 17h. Às 18h, as mensagens de estranhos começaram a chegar no telefone da jovem.

— Achei que ele tinha passado meu contato para amigos dele. Mas quando olhei, me falaram que viram meu contato no Tinder [outro aplicativo de relacionamento]. Eu nunca tive perfil no Tinder. Foi aí que liguei para um deles e expliquei que aquilo era um fake. Pedi para que ele me mandasse um print do perfil.

No perfil falso, ela é colocada como uma acompanhante de luxo. Além disso, aparece como tendo 33 anos, idade do fotógrafo que tinha falado com ela anteriormente e sido dispensado. Só ontem, a mulher recebeu mais de 60 mensagens de homens desconhecidos.

— Muitas são de homens pelados. Fiquei muito nervosa.

Depois disso, ela fez um post no Facebook denunciando o ocorrido. Após ser denunciada na rede social, ela perdeu a postagem e, na manhã desta quarta-feira (17), teve o seu perfil bloqueado por 24 horas, após ter sido denunciada por um usuário. Ela procurou a 1° Delegacia de Defesa da Mulher, no Centro, para registrar um boletim de ocorrência por falsidade ideológica, calúnia, difamação e ameaça. A delegada do caso pediu uma medida protetiva para que o homem não chegue perto dela e nem de ninguém de sua família.

A publicitária diz que, mesmo achando “difícil” que alguém seja punido pelo caso, precisa alertar outras mulheres: “Eu tô arrasada, não tô conseguindo dormir”.

Procurado pela reportagem, o homem acusado pela jovem (que está identificado na denúncia nas redes sociais) negou que tenha criado o perfil falso e se disse prejudicado pela exposição a que foi submetido. Ele afirmou, também, que registrou um boletim de ocorrência contra ela.

Últimas