Tecnologia e Ciência Cientistas flagram planeta sendo engolido por estrela e afirmam que o mesmo acontecerá com a Terra

Cientistas flagram planeta sendo engolido por estrela e afirmam que o mesmo acontecerá com a Terra

O corpo celeste, que foi devorado por um astro que era o dobro do Sol, tinha dez vezes o tamanho de Júpiter

Resumindo a Notícia
  • Cientistas observaram um planeta ao ser engolido por uma estrela.

  • O planeta era dez vezes maior que Júpiter, e a estrela, o dobro do Sol.

  • Estudiosos afirmam que esse será o futuro da Terra.

  • O que acontece quando uma estrela morre?

Cientistas acompanham planeta ao ser engolido por estrela

Cientistas acompanham planeta ao ser engolido por estrela

Pixabay

Cientistas do Instituto de Pesquisa de Massachusetts (MIT, na sigla em inglês), acompanharam o momento em que um planeta é engolido por uma estrela, a milhares de anos-luz de distância. Os astrônomos aproveitaram para dar o alerta de que esse mesmo evento acontecerá com a Terra num futuro distante.

Os cientistas afirmaram ter avistado o fenômeno por acaso e estimaram que a estrela tenha quase o dobro do tamanho do Sol e que o corpo celeste que a orbitava — e que foi engolido — poderia chegar a dez vezes o tamanho de Júpiter, o maior planeta de nosso sistema solar.

Conforme os pesquisadores explicaram, esse processo de "deglutição" é algo que pode acontecer no fim da vida de um astro, quando sua massa e sua gravidade aumentam, que acaba por puxar tudo ao seu redor para dentro de si.

"Ainda estamos surpresos por termos capturado uma estrela no ato de 'ingerir' seu planeta, algo que nosso Sol fará com seus planetas, embora seja um longo tempo a partir de agora, em cinco bilhões de anos, então não precisamos nos preocupar ainda", completou o porta-voz do MIT.

A morte de uma estrela

Uma estrela morrer é um dos fenômenos mais agressivos e espetaculares que podem suceder no universo, já que, quando acontece, tudo ao seu redor muda drasticamente.

O processo, chamado de Supernova, ocorre quando a estrela consome todo o combustível que tem para se manter viva e brilhando e transforma hidrogênio e outros gases em elementos mais pesados, como o ferro.

Quando uma estrela morre, ela pode virar um buraco negro

Quando uma estrela morre, ela pode virar um buraco negro

Pixabay

No entanto, há três tipos de morte que o corpo celeste pode enfrentar, e tudo depende de seu tamanho.

Se for uma estrela considerada pequena, com uma massa próxima à solar, a explosão não pode ser chamada de Supernova. Essas estrelas se tornam uma anã branca, densa e quente como um cadáver estelar feito de carbono e oxigênio, que brilha por bilhões de anos até se apagar por completo.

Se o astro for entre oito e 20 vezes maior que a massa do sol, seu núcleo se comprime ao ponto de uma colherinha desse material pesar milhões de toneladas. Esse núcleo é chamado estrela de nêutrons, e quando realmente explode se torna uma nuvem de nêutrons.

Quando a estrela tem mais de 20 vezes a massa solar, esse núcleo comprimido se torna um buraco negro. Esse nome é dado porque nada escapa de sua gravidade, nem mesmo a luz, e tudo é puxado para seu interior de forma violenta.

*Sob supervisão de Odair Braz Jr.

OVNI do tamanho da Terra é flagrado sugando energia do Sol

Últimas