Tecnologia e Ciência Relógio registra atividade física na madrugada e revela traição

Relógio registra atividade física na madrugada e revela traição

Dispositivo usado para monitorar os batimentos cardíacos durante a práticas de esportes deu pistas sobre o caso extraconjugal

Traição

Atividades físicas fora do horário convencional foi usado como pista para descobrir traição

Atividades físicas fora do horário convencional foi usado como pista para descobrir traição

Pixabay

A jornalista norte americana Jane Slater publicou no Twitter como descobriu a traição do ex-namorado a partir dos registros de um relógio FitBit, usado para monitorar o coração em atividades esportivas, e a história viralizou.

A história começou a circular pela internet quando ela respondeu a um tweet do amigo Albert Breer, que decidiu comprar uma bicicleta ergométrica para a namorada. Então, Jane contou como foi sua experiência ao ganhar o relógio para registrar sua evolução física em um Natal.

Leia também: Câmera inteligente multa motorista que usa o celular enquanto dirige

"Um ex-namorado uma vez me deu um Fitbit no Natal. Eu amei. Nós sincronizamos, motivamos um ao outro ... não odiamos isso até que ele foi registrado às 4 da manhã e seus níveis de atividade física estavam aumentando no aplicativo. Gostaria que a história não fosse real", publicou a jornalista no Twitter.

A jornalista fez questão de ressaltar que os batimentos cardíacos acelerados do ex-namorado não estavam relacionados com a pratica de esportes durante a madruga.

“Alerta de spoiler: ele não estava matriculado em uma aula da Orange Theory às 4 da manhã”, brincou Jane na postagem na rede social. 

A identidade do ex-namorado não foi divulgada, mas Jane se referiu a ele como "meu ex de Dallas". A jornalista afirma que a maneira como descobriu a traição hoje é motivo de risadas para ela e para os amigos com quem ela dividu a descoberta da traição.

Leia também: Vacas russas ganham visor de realidade virtual para reduzir ansiedade e dar mais leite

O post de Jane no Twitter ganhou grande repercussão na rede social e teve mais de 46 mil retweet e cerca de 472 mil curtidas em apenas cinco dias. 

Além de pessoas que compartilharam outras histórias de traição descoberta por conta da tecnologia, outras postagens fizeram piadas com a situação e sugeriram motivos peculiares para o coração bater rápido durante à noite, como jogar videogame.

Veja também:

AirPods Pro são vendidos em versão de ouro 18 quilates por R$ 284 mil