Brasil

23/12/2012 às 12h05 (Atualizado em 23/12/2012 às 12h22)

Dilma e Barbosa são eleitos personalidades do ano pelo El País

Jornal destaca também Pricilla Azevedo no comando de UPP

Do R7

Brasileiros foram lembrados na lista do jornal espanhol El País Montagem R7

A presidente Dilma Rousseff e o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Joaquim Barbosa são destacados na lista das cem personalidades do ano do jornal espanhol El País. Junto aos políticos também é lembrado o papel da major Pricilla de Oliveira Azevedo, primeira mulher a comandar uma UPP (Unidade de Polícia Pacificadora), no Rio de Janeiro.

A todos é atribuída a importância enquanto líderes, ao lado de outros nomes, como o do presidente venezuelano Hugo Chávez, do rei Juan Carlos da Espanha e Enrique Peña Nieto, presidente do México.

Dilma deve ir a sete países em 2013

O periódico usa o termo "poderosa presidenta" para se referir a Dilma. Foi destacado o excelente ano para a presidente, com seus índices de popularidade em alta. Porém, a situação do Brasil não teria acompanhado esta avaliação positiva. A matéria deseja que o País tenha um ano de 2013 tão positivo quanto a popularidade da presidente em 2012.

Leia mais notícias de Brasil no Portal R7

O papel de Dilma frente à recuperação econômica do Brasil também foi ressaltado na publicação. Junto a ele foi lembrado o papel da presidente nas listas de mulheres mais poderosas do mundo, ao lado de Angela Merkel e Hillary Clinton.

Joaquim Barbosa é tratado como um marco no Direito brasileiro, que criou um antes e depois de sua atuação no Supremo. Sob o título "Justiça contra todas as adversidades", a atuação do primeiro presidente negro do STF é vista como "pulso firme" frente ao caso do mensalão.

Ao lembrar as origens humildes do magistrado, o El País reforça que ele tinha de tudo para apenas engrossar as estatísticas da desigualdade no Brasil. Porém, sua história de superação e seu senso de justiça "servem hoje de inspiração para novas gerações de brasileiros".

Outra brasileira que teve o papel lembrado na lista do El País foi a major Pricilla de Oliveira Azevedo, líder de uma UPP no Rio. No texto referente à policial, assinado por Juan Arias, o nome dela é grafado como Patricia ao invés de Pricilla.

A atuação da PM no processo de pacificação das favelas é intitulada "Comandando os pacificadores". Pricilla ganhou neste ano o prêmio "Mulheres de Coragem" do Departamento de Estado dos EUA. Entre sua trajetória é destacado o sequestro que sofreu em 2007 por traficantes de drogas, mas que conseguiu fugir por conta própria.

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade

Vitrine de ofertas

Compartilhe
Compartilhe
Justiça

Chocolate, livro, chinelo: veja casos "insignificantes" que acabaram no STF

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Aviação

Academia da Força Aérea abre as portas e o R7 foi conferir o poder aéreo das FAB

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Duro na queda!

Novos blindados do Exército resistem a explosões e atingem alvo a 2.000 metros

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Relacionamento

Amor na política: conheça os casais que se formam nos bastidores da vida pública

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de Brasil

  • Últimas de Notícias

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!