Brasil

4/2/2013 às 18h11 (Atualizado em 4/2/2013 às 18h13)

Dilma promete mais redução de impostos em 2013 e privatização de estradas até julho

Mensagem presidencial foi lida na sessão de abertura dos trabalhos do Congresso

Carolina Martins, do R7, em Brasília

A mensagem presidencial, lida nesta segunda-feira (4) durante sessão solene de abertura dos trabalhos no Congresso Nacional, ressaltou principalmente as medidas adotadas pelo governo federal para estimular o crescimento econômico em 2012 e reafirmou a intenção da presidente Dilma Rousseff de continuar com a política de redução de impostos.  

A carta foi levada ao Congresso pela ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, e lida, em plenário, pelo primeiro secretário da Câmara, o deputado Márcio Bittar (PSDB-AC). Dilma Rousseff não compareceu porque está no Paraná, em viagem oficial.  

Na mensagem, a presidente fez um balanço das medidas econômicas, destacando a redução de IPI (Imposto Sobre Produtos Industrializados); a queda da taxa básica de juros (Selic), que está no menor patamar histórico (7,25%); e a situação de pleno emprego no Brasil.  

Dilma lembrou ainda as desonerações concedidas ao setor produtivo, que totalizaram R$ 45 bilhões durante o ano de 2012. Na carta, Dilma aproveitou para reafirmar a promessa de que mais desonerações serão anunciadas este ano.

— A política de desoneração terá continuação em 2013 e será usada como instrumento, sempre que necessário, para estimular a demanda e a produção. [...] Esperamos que, em parceria com o Congresso Nacional, possamos avançar mais, aprovando regras e medidas para que o Brasil seja mais justo para o cidadão.  

A presidente também lembrou a redução na tarifa de energia elétrica e agradeceu ao Congresso por ter aprovado as regras de forma rápida. Segundo ela, a medida possibilitará um ganho de competitividade das empresas brasileiras e consequente expansão das riquezas do País, o PIB (Produto Interno Bruto).  

— A redução das tarifas de energia foi aprovada com celeridade pelo Congresso, que entendeu a relevância da medida para o desenvolvimento do País.  

Leilões no primeiro semestre  

A mensagem presidencial citou ainda as concessões, à iniciativa privada, de projetos de infraestrutura, lembrando o leilão dos aeroportos de Guarulhos (SP), Brasília (DF) e Viracopos (SP), realizado no ano passado.  

Dilma também anunciou que o edital para a privatização das rodovias e ferrovias deve ocorrer ainda no primeiro semestre de 2013.  

Educação  

A carta da presidente também defendeu o sistema de cotas raciais e sociais nas universidades, alegando que é preciso enfrentar o racismo, problema que Dilma classificou como “chaga histórica” que ainda permanece na sociedade brasileira.  

A mensagem também destacou que, em 2013, será implementado o Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa que prevê que, até 2020, todas as crianças de oito anos estejam alfabetizadas no Brasil.

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
Compartilhe
Pechinchas

Leilão da PF vende caminhonete por R$10,5 mil e GM Omega por R$ 1,8 mil

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Esposa modelo

Conheça Letícia Weber, a mulher do senador e pré-candidato Aécio Neves

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Duro na queda!

Novos blindados do Exército resistem a explosões e atingem alvo a 2.000 metros

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Relacionamento

Amor na política: conheça os casais que se formam nos bastidores da vida pública

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de Brasil

  • Últimas de Notícias

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!