Cidades

10/4/2013 às 11h04 (Atualizado em 10/4/2013 às 12h22)

Após 3 meses, corpo de criança é achado em quintal de vizinho na PB; homem confessa crime

Suspeito disse que matou garota estrangulada porque ela se recusou a dar R$ 20

Do R7, com Rede Record

O corpo da menina Fernanda Ellen, de 11 anos, desaparecida desde o dia 7 de janeiro deste ano, foi encontrado no quintal da casa de um vizinho no bairro Alto do Mateus, em João Pessoa (PB), na segunda-feira (8). Na noite de terça-feira (9), o suspeito do crime foi preso e confessou. O jovem de 25 anos disse que matou a estudante estrangulada porque ela se recusou a dar R$ 20 para ele comprar crack.

Ela sumiu quando voltava da escola vestindo uma bermuda jeans e uma blusa cor de rosa. A garota foi até o local para pegar o boletim escolar referente ao ano de 2012 e teria ficado contente ao saber que passou de ano.

No trajeto de volta, ela cruzou com Jefferson Luís de Oliveira Soares. Ele contou à polícia que como a menina se recusou a dar o dinheiro, ele a matou para ficar com um celular que ela carregava. Ele disse ainda que escondeu o corpo embaixo da cama e no dia seguinte enterrou no quintal. O suspeito negou que tenha cometido estupro, mas a Polícia Civil informou que um exame deverá comprovar se ocorreu ou não o abuso.

Leia mais notícias de Cidades

O suspeito era vizinho de Fernanda há três anos e é suspeito de ter estuprado uma estudante em 2010. A polícia conseguiu chegar até ele depois de rastrear o celular da vítima. O aparelho era usado por uma garota de programa, que confessou que recebeu o celular de Jefferson em troca de droga. Ela foi levada até a casa dele e o reconheceu. Depois disso, o jovem tentou fugir, mas acabou confessando e indicou onde estava o corpo.

A polícia precisou isolar toda a rua onde o suspeito mora porque cerca de mil pessoas se aglomeraram no entorno do imóvel para tentar linchá-lo. O corpo estava em avançado estágio de decomposição e foi encaminhado ao IPC (Instituto de Polícia Científica) para realização de exame de DNA e necropsia.

O suspeito foi transferido nesta quarta-feira (10) para o Presídio Desembargador Flósculo da Nóbrega. O juiz Wolfram da Cunha Ramos decretou a prisão preventiva do suspeito. Na terça-feira, o pai da menina encontrou com o suspeito e disse que jamais imaginava que ele seria o autor do crime. O pai contou que Jefferson ajudou em um mutirão montado pelos vizinhos para tentar encontrar a garota. Ainda não há informação do sepultamento.

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade

Vitrine de ofertas

Compartilhe
Compartilhe
Pacto de morte coletivo

Pais dizem que filhas não demonstraram variação no comportamento

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Goiânia

Familiares de vítimas de serial killer ficam frente-a- frente com suspeito

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Palmas (TO)

Suspeito de estuprar e matar mulher ri ao ser preso e debocha: “Saio em 3 meses”

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Crime bárbaro

Mãe conta como matou a filha de 7 anos para ritual no PR; ossada é encontrada

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de Cidades

  • Últimas de Notícias

Compartilhe
Braço amputado

Tigre ataca menino de 11 anos em zoo do Paraná ; pai responderá por lesão

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!