Cidades

3/1/2014 às 10h05 (Atualizado em 3/1/2014 às 12h11)

Detento morre no presídio de Pedrinhas, no Maranhão, mesmo com presença da PM

Local registra a maior parte das 60 mortes somadas no Estado, sendo três delas decapitadas

EFE

Incidente oconteceu na madrugada da última quinta-feira (2) Reprodução/ Rede Record

Um preso morreu nesta quinta-feira (2) em uma cadeia de São Luís, no Maranhão, apesar da presença da Polícia Militar que, desde a última sexta-feira (27), reforça a segurança nos presídios da região, uma das mais violentas do País, segundo informou a Agência Brasil.

O incidente, que ocorreu na madrugada desta quinta, aconteceu no complexo penitenciário de Pedrinhas, o maior do Estado e onde ocorreu a maior parte das 60 mortes registradas nas diferentes prisões do Maranhão, três delas decapitadas, segundo dados do CNJ (Conselho Nacional de Justiça).

Em 27 de dezembro, 60 policiais atuam "por tempo indeterminado" em diversas prisões do Estado devido à violência registrada nos últimos meses e à superpopulação carcerária. A decisão de intervir nos presídios foi tomada depois que uma comissão de representantes do Ministério Público e do CNJ realizou uma inspeção em diferentes prisões do estado.

Leia mais notícias de Cidades

Após a visita, o CNJ relatou em um relatório que a aglomeração das prisões não oferece "condições para manter a integridade física dos presos, seus parentes e que freqüentam os presídios", especialmente o de Pedrinhas. De acordo com a Secretaria de Justiça e Administração Penitenciária do Estado do Maranhão, atualmente há 2.196 presos no complexo penitenciário, que tem capacidade para 1.770 pessoas.

De acordo com o Governo do Maranhão, a Polícia Militar não assumiu a direção das unidades, mas se encarrega de reforçar a segurança. O objetivo é aumentar a frequência de visitas às celas, intensificar os processos de segurança e reforçar a vigilância noturna, assinalaram as mesmas fontes.

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
Compartilhe
Caso Bernardo

RS: madrasta é suspeita de aplicar injeção letal em garoto encontrado morto em saco

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Perdeu os seios

Mulher é arrastada por 800 metros após briga de trânsito em Santa Catarina

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Doença rara

Veja o antes e o depois do tratamento de menina coberta por pelos em Goiás

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Santa Catarina

Pai e filha gays já torraram R$ 50 mil para se casar no mesmo dia. Veja preparativos

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de Cidades

  • Últimas de Notícias

Compartilhe
Fórmula caseira

Óleo de coco e canela: bronzeamento queima 80% do corpo de jovem

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!