Cidades

27/5/2013 às 12h59 (Atualizado em 27/5/2013 às 16h51)

Mãe é presa suspeita de ajudar a matar a filha para ficar com genro no Paraná

Jovem de 22 anos foi morta com 25 facadas; marido confessou o crime

Do R7, com Rede Record

Jéssica foi morta pelo marido que queria ficar com a sogra Reprodução Rede Record

Uma mulher foi presa suspeita de ter ajudado o genro a matar a filha, de 22 anos, para ficar com o suspeito, com quem tinha um caso há quatro anos. Jéssica Carline Ananias da Costa foi morta com 25 facadas, no dia 9 de maio, em Apucarana (PR). Somente na última sexta-feira (24) a polícia esclareceu o crime.

A mãe da vítima foi presa e indiciada como cúmplice e coautora do crime. O marido de Jéssica, um advogado de 26 anos, foi preso e confessou ter desferido as facadas. Eles têm uma filha de quatro anos.

O homem tinha a intenção de simular um latrocínio, roubo seguido de morte. A sogra ficou com a filha do casal e dois homens foram chamados para levar o carro do casal como em um assalto. Os dois envolvidos foram presos, mas a polícia suspeitou da participação de outras pessoas e chegou até o marido e a mulher.

Leia mais notícias de Cidades

A mãe chegou a participar do enterro da filha. Segundo o delegado-chefe da 17ª Subdivisão Policial (SDP) de Apucarana, Ítalo Sega, os suspeitos tentaram simular um assalto, mas ficou evidente a participação da mãe e do marido no crime. Em depoimento, ela nega ter ajudado na morte, mas confessa o relacionamento amoroso com o genro.

 

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
Compartilhe
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!