Cidades

12/3/2013 às 11h19 (Atualizado em 12/3/2013 às 12h28)

Polícia confirma que boate Kiss estava superlotada na noite de incêndio

Capacidade era para 691 pessoas, mas lista conclui que 1.061 estavam presentes

Do R7, com Rede Record

Boate estava superlotada no dia do incêndio que matou 241 Fábio Dutra/Correio do Povo

As investigações da polícia confirmaram que a boate Kiss, em Santa Maria (RS), estava superlotada na noite em que um incêndio deixou 241 pessoas mortas. 

Segundo um dos delegados responsáveis pelo caso, Marcos Vianna, o relatório da polícia concluiu que 1.061 estavam no estabelecimento na noite de 27 de janeiro. O local tinha capacidade para receber 691 convidados.

A lista foi feita com base em uma relação da Secretaria da Saúde do Rio Grande do Sul do número de vítimas que receberam atendimento médico. Foram somados também o número de mortos no local e de pessoas que não receberam atendimento médico, mas prestaram depoimento à polícia afirmando que estavam na boate.

Para o delegado, a superlotação na boate é mais um argumento que comprova que os donos da boate assumiram o risco de matar.

Leia mais notícias de Cidades

O produtor da banda Gurizada Fandangueira, Luciano Leão, deve ser prestar depoimento à  polícia na tarde desta terça-feira (12), na Penitenciária Estadual de Santa Maria, onde está preso desde o dia 28 de janeiro. O delegado Sandro Meinerz deve ir até o local para ouvi-lo.

O vocalista da banda, Marcelo de Jesus dos Santos, foi ouvido na última sexta-feira (8) na mesma penitenciária. No mesmo dia, o prefeito de Santa Maria, Cezar Schirmer (PMDB), também falou à polícia e disse acreditar que nenhum secretário ou funcionário municipal tenha falhado nas autorizações de funcionamento e na fiscalização da boate Kiss.

Na próxima quarta-feira (13), será a vez do sócio da boate Elissandro Spohr, o Kiko, ser ouvido. Ainda não há data prevista para o outro dono, Mauro Hoffmann, ser ouvido.

Leia mais notícias de Cidades

O esclarecimento de eventual negligência de agentes públicos como bombeiros e funcionários municipais é a última etapa da investigação das causas do incêndio da casa noturna, em 27 de janeiro, que matou 241 pessoas. A polícia afirma estar convicta de que uma sucessão de falhas provocou o incêndio e a tragédia.

Mutirão

O mutirão de atendimento organizado pelo Ministério da Saúde para todas as pessoas que ficaram feridas ou respiraram a fumaça tóxica produzida pelo incêndio começou no sábado (9), no Hospital Universitário de Santa Maria. Os médicos vão avaliar a situação de cada um dos inscritos para consultas e encaminhá-los aos exames e tratamento adequados, se houver necessidade.

Todos os que tiveram contato com a tragédia, inclusive os que não precisaram de medicação ou cuidados hospitalares, serão acompanhados por alguns anos, para identificação de eventuais sequelas.

Entenda o caso

O incêndio na boate Kiss, em Santa Maria, a 290 km de Porto Alegre, aconteceu na madrugada do dia 27 de janeiro e deixou 241 mortos e mais de cem feridos. O fogo teria começado quando a banda Gurizada Fandangueira se apresentava. Segundo testemunhas, durante o show foi utilizado um sinalizador — uma espécie de fogo de artifício chamado "sputnik" — que, ao ser lançado, atingiu a espuma do isolamento acústico, no teto da boate. As chamas se alastraram em poucos minutos.

A casa noturna estava superlotada na noite da tragédia, segundo o Corpo de Bombeiros. O incêndio provocou pânico e muitos não conseguiram acessar a única saída da boate. Os proprietários do estabelecimento não tinham autorização dos bombeiros para organizar um show pirotécnico na casa noturna. O alvará da casa estava vencido desde agosto de 2012.

Esta é considerada a segunda maior tragédia do País depois do incêndio do Grande Circo Americano, em Niterói, região metropolitana do Rio de Janeiro. Em 17 de dezembro de 1961, o circo pegou fogo durante uma apresentação e deixou 503 mortos.

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
Compartilhe
Doença rara

Veja o antes e o depois do tratamento de menina coberta por pelos em Goiás

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Goiânia

Polícia divulga novas imagens do assalto que terminou com modelo baleada

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
São Cristóvão (SE)

Pais são suspeitos de deixar criança ser amante de homem em troca de vaca

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Santa Catarina

Pai e filha gays já torraram R$ 50 mil para se casar no mesmo dia. Veja preparativos

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de Cidades

  • Últimas de Notícias

Compartilhe
Fórmula caseira

Óleo de coco e canela: bronzeamento queima 80% do corpo de jovem

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!