Cidades

31/1/2013 às 00h10 (Atualizado em 31/1/2013 às 09h18)

Polícia Federal vai investigar ofensas nas redes sociais às vítimas de tragédia em Santa Maria, diz promotor

Pedido foi feito pela promotoria após denúncias recebidas 

Fernando Mellis, do R7

Uma série de e-mails denunciando comentários ofensivos em redes sociais sobre a tragédia na boate Kiss, em Santa Maria (RS), em que morreram ao menos 230 pessoas, chegou ao Ministério Público. O órgão pediu à PF (Polícia Federal) uma investigação detalhada sobre o assunto.

Segundo o promotor Joel Dutra, as queixas dos internautas são “graves” e os comentários relatados “insensíveis”.

— Chegaram ao MP dezenas de e-mails de pessoas indignadas, em todo o Brasil, pedindo providências sobre o que está acontecendo nas redes sociais. Estão fazendo uma espécie de bullying cibernético, se é que pode chamar disso, com o que aconteceu na boate. Há um comentário, por exemplo, que veio do Rio de Janeiro em que falam, “estão fazendo churrasquinho em Santa Maria. Quero 4 kg”.

Leia mais notícias de Cidades

Veja a cobertura completa do incêndio em Santa Maria 

A Polícia Civil é quem deveria investigar as denúncias, mas como ela está empenhada no inquérito sobre o incêndio na casa noturna, o promotor pediu ajuda ao delegado Diogo Caneda, da Polícia Federal de Santa Maria, para apurar os fatos.

— O delegado aceitou investigar. A PF tem até mais estrutura para isso, já que são comentários escritos em todas as partes do Brasil. Isso, se a gente for analisar, aparenta algum aspecto criminal. Pelo menos uma injúria.

Segundo Dutra, é preciso que todas as esferas do poder se empenhem para que esse tipo de posicionamento em redes sociais seja punido.

— Toda liberdade tem limite. Precisa haver respeito com quem sente dor neste momento tão difícil. As autoridades precisam rever a questão das redes sociais. 

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
Compartilhe
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!