Cidades

31/1/2013 às 14h27 (Atualizado em 31/1/2013 às 14h40)

Secretário de Saúde destaca progresso no quadro clínico de feridos durante tragédia em Santa Maria

Do total de 138 internados no RS, 87 ainda estão em estado grave

Karina Schuh Reif, do Correio do Povo

Os responsáveis pela ação de atendimento aos feridos no incêndio na boate Kiss ressaltaram, nesta quinta-feira (31), em Porto Alegre, a evolução positiva de boa parte das vítimas internadas. Pelo menos cinco pacientes receberam alta na região central e 60 seguem internados na capital gaúcha e em Canoas. Outros 76 estão hospitalizados em Santa Maria, além de um, na cidade de Ijuí e outro, em Caxias do Sul. O secretário estadual da Saúde, Ciro Simoni, destacou o “progresso no quadro dos pacientes”.

Do total de 138 internados no Estado, 87 estão em estado grave e permanecem em UTIs, sendo que 76 respiram com ajuda de ventiladores mecânicos. Os outros 51 se encontram em observação em observação ou em enfermarias.

Simoni destacou a operação de transporte dos 60 feridos de Santa Maria para Porto Alegre em aeronaves.

— Tivemos uma única morte. A de um jovem no Hospital de Pronto Socorro com queimaduras graves, que já havia feito parada cardíaca.

Veja a cobertura completa da tragédia

Maioria das vítimas era de estudantes. Veja o perfil

Conforme o secretário adjunto da Saúde, Marcelo Bósio, a ação foi muito rápida.

—Temos evoluído no atendimento e estamos trocando informações entre os hospitais.

O superintendente do Hospital Mãe de Deus, que atende seis pacientes, Fábio Leite Gastal, disse que o índice mundial de mortalidade em eventos como o de Santa Maria é de 10%.

— Graças à articulação de todos é que não perdemos outros pacientes.

De acordo com o representante do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) de Porto Alegre, Luciano Silveira Eifler, a fase de tratamento que os pacientes devem enfrentar agora é a de limpeza dos pulmões, já que grande parte dos feridos teve problemas respiratórios por conta da fuligem.  De acordo com ele, será feita uma “força-tarefa” formada por pneumologistas.

Na avaliação de Simoni, o socorro prestado foi algo inédito no Rio Grande do Sul.

— Levar pacientes graves, entubados em aviões sem nenhuma intercorrência é inédito.

Na região Metropolitana, há quatro pessoas internadas no Hospital Pronto Socorro de Porto Alegre, todas com ventilação mecânica e em UTI. Já a Santa Casa de Misericórdia concentra dez pacientes, um em enfermaria e nove em UTI. O Cristo Redentor de Porto Alegre abriga sete, todos com ventilação mecânica. O Clínicas atende a 18, sendo dois em enfermaria e 16 em UTI.

O Conceição de Porto Alegre tem oito pacientes em UTI. Já o Moinhos de Vento abriga quatro. O Mãe de Deus atende a seis pacientes em UTI , sendo cinco com ventilação mecânica e um sem. O Universitário da Ulbra de Canoas continua com três pessoas em UTI.  

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
Compartilhe
Doença rara

Veja o antes e o depois do tratamento de menina coberta por pelos em Goiás

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Goiânia

Polícia divulga novas imagens do assalto que terminou com modelo baleada

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
São Cristóvão (SE)

Pais são suspeitos de deixar criança ser amante de homem em troca de vaca

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Santa Catarina

Pai e filha gays já torraram R$ 50 mil para se casar no mesmo dia. Veja preparativos

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de Cidades

  • Últimas de Notícias

Compartilhe
Fórmula caseira

Óleo de coco e canela: bronzeamento queima 80% do corpo de jovem

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!