Internacional

24/2/2013 às 07h05 (Atualizado em 24/2/2013 às 09h01)

Dilma termina visita à Nigéria após assinar acordo comercial

Viagem tinha objetivo de melhorar as relações comerciais com país africano e impulsionar os investimentos entre ambas as nações

EFE

A presidente do Brasil, Dilma Rousseff, partiu na noite desse sábado (23) da Nigéria após assinar um acordo para impulsionar as relações comerciais com o país africano, em uma visita que devia ter se estendido durante dois dias, mas que acabou a menos de 24 horas, confirmaram hoje à Agência Efe fontes da Presidência nigeriana.

A viagem de Dilma tinha como objetivo melhorar as relações comerciais com o país africano e impulsionar os investimentos entre ambas as nações, por isso que a presidente brasileira se reuniu com seu colega nigeriano, Goodluck Jonathan.

Após algumas conversas que se estenderam durante mais de duas horas, Dilma e Jonathan assinaram um memorando de entendimento para estabelecer uma Comissão Binacional Nigéria-Brasil. Dilma assinalou que a companhia petrolífera Petrobrás esteve presente na Nigéria nos últimos 14 anos e ressaltou que a empresa pretende se desenvolver ainda mais no país africano.

A Nigéria é o principal parceiro do Brasil na África devido à grande exportação de petróleo do africano para o país.

"Também queremos estabelecer uma colaboração em matéria hidroelétrica e elétrica em geral", afirmou Dilma na entrevista coletiva oferecida pelos dois chefes de Estado.

Por sua vez, o presidente nigeriano concretizou que a comissão cobrirá os campos de agricultura, alimentos, segurança, petróleo, eletricidade, biocombustível, comércio e investimentos, mineração, educação, aviação, infraestruturas, assuntos financeiros e cultura.

Embora Dilma e Jonathan deveriam mais tarde comparecer a um fórum empresarial para fazer um discurso na cerimônia de inauguração, nenhum deles se deslocou até o local do evento com o objetivo de encurtar a visita da presidente brasileira.

Dilma Rousseff se reúne com presidente nigeriano para estimular comércio

A princípio, Dilma ia permanecer na Nigéria ontem e hoje (24), mas partiu ontem à noite do país por razões que não foram esclarecidas pela Presidência nigeriana. O comércio entre Nigéria e Brasil teve um grande desenvolvimento durante este século, já que em 2011 atingiu US$ 9 bilhões, uma grande alta desde o US$ 1,5 bilhão de 2002.

Segundo números da câmara Nigeriano-Brasileira de Comércio e Indústria, as importações brasileiras da Nigéria foram de US$ 1,2 bilhões. Por outro lado, as exportações da Nigéria para o Brasil - em sua maioria petróleo - foram de US$ 8,4 bilhões.

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade

Vitrine de ofertas

Publicidade

Compartilhe
Verde-amarelo contagiante

Bandeiras e camisetas do Brasil se espalham pelo mundo

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Fé proibida

Conheça os países com maiores índices de perseguição religiosa

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Imagens do ano

Entre sorrisos e lágrimas: veja as imagens mais emocionantes de 2013

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Perturbador

Crimes brutais chocaram o mundo em 2013. Veja os casos mais macabros

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de Internacional

  • Últimas de Notícias

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!