• Twitter Created with Sketch.

Israel registra imigração recorde de judeus da França em 2015

JERUSALÉM (Reuters) - Um número recorde de judeus franceses se mudou para Israel neste ano, disse nesta quinta-feira uma autoridade de imigração, citando violência antissemita e insegurança econômica como as causas da fuga da Europa.

A França possui a maior população de judeus na Europa, tendo crescido quase pela metade desde a Segunda Guerra Mundial para 550 mil. Mas a comunidade tem sofrido várias ameaças e ataques de radicais islâmicos, como o que ocorreu em janeiro em um mercado kosher de Paris, causando a morte de quatro judeus.

  A Jewish Agency, que apoia a imigração de pessoas para Israel, afirmou que cerca de 7.900 franceses se mudaram para o país em 2015, um crescimento de 10 por cento sobre o ano anterior.

“Cada um tem a sua razão, incluindo crise econômica, segurança pessoal, ataques terroristas e, em alguns casos, antissemitismo”, afirmou o porta-voz da agência, Yigal Palmor.

Embora não seja final, o número ainda está abaixo da previsão do chefe da agência, Natan Sharansky. Após os ataques no mercado kosher e ao jornal Charlie Hebdo, ele disse que mais de 10 mil franceses se mudariam para Israel neste ano.

Palmor afirmou que 2015 é o ano com maior imigração para Israel em 15 anos, com cerca de 30 mil chegadas. Segundo ele, há grande quantidade de judeus deixando a Rússia, país que enfrenta problemas econômicos, e a Ucrânia, que passa por uma guerra civil.

(Por Dan Williams)

  • Espalhe por aí:
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!
Access log
Access log