• Twitter Created with Sketch.

Minas Gerais

Piloto de helicóptero da família Perrella teria recebido R$ 60 mil para transportar droga

Funcionário do senador mineiro foi flagrando pela Polícia Federal com 445 quilos de cocaína

Do R7, com Record Minas

Droga estava sendo transferida para o porta-malas de um carro
Droga estava sendo transferida para o porta-malas de um carro Record Minas

O piloto que foi flagrado transportando 445 kg de cocaína recebeu R$ 60 mil para transportar a droga. A aeronave pertence a uma das empresas do deputado estadual Gustavo Perrella (Solidariedade), filho do senador Zezé Perrella (PDT).

Além do piloto, outras três pessoas foram presas pela Polícia Federal na cidade de Afonso Cláudio (ES) no domingo (24) enquanto transferiam a droga para o porta-malas de um carro. A droga estava avaliada em R$ 10 milhões.

Leia mais notícias no R7 Minas

O helicóptero, do modelo Robinson R66, está registrado em nome da Limeira Agropecuária e Participações Ltda, que é controlada pelo deputado, com sede em Pará de Minas, região central do Estado.

Em entrevista coletiva, Gustavo Perrella disse que denunciou o piloto por furto da aeronave. Ele afirmou que o funcionário não estava autorizado a usar o helicóptero e que não sabia do uso para o transporte de cocaína.

— Ele não tinha autorização de estar fazendo esse voo porque o que foi me passado por ele é que a aeronave estaria em revisão durante essa semana. Até por isso eu não fiz uso dela no final de semana. A partir do momento que ele não tem autorização para estar efetuando o voo, é considerado roubo.

A assessoria do senador Zezé Perrella afirmou que o parlamentar não vai se pronunciar.

Segundo o superintendente da Polícia Federal, Herivélton Leão de Oliveira, o funcionário disse que agiu por conta própria.

— O piloto disse que era empregado dessa empresa e que utilizou o helicóptero por sua conta e risco.

  • Espalhe por aí:
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!
Access log
Access log