Rio de Janeiro

MPT na Justiça bloqueio de R$ 3,5 mi para pagamento de terceirizados da UFRJ

Ação também requer que verbas rescisórias, INSS e FGTS sejam pagos aos já demitidos

Do R7

O MPT-RJ (Ministério Público do Trabalho no Rio de Janeiro) entrou com uma ação contra a empresa Venturelli, que prestava serviços terceirizados à UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro). O objetivo é garantir que trabalhadores de limpeza, portaria e almoxarifado, demitidos no início do ano, recebam verbas rescisórias, salários atrasados, INSS e FGTS.

Na ação, o MPT-RJ requer que o Judiciário conceda uma liminar para determinar o bloqueio judicial de faturas ainda não pagas pela UFRJ, bens e valores da empresa, no montante estimado de R$3,5 milhões. O órgão também requer que sejam bloqueadas todas as contas do dono da Venturelli, assim como créditos que a empresa tem a receber de outras instituições com as quais mantém contrato de prestação de serviço.

  • Espalhe por aí:

Vídeos

Carregando

Twitter

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!