Polícia faz megaoperação em comunidades do RJ para cumprir 65 mandados de prisão

Agentes foram recebidos a tiros na Maré e um suspeito foi ferido

Policiais do Choque apreenderam um fuzil, munições e drogas na Maré
Policiais do Choque apreenderam um fuzil, munições e drogas na Maré Reprodução/Polícia Militar

Policiais do Batalhão de Choque da Polícia Militar fazem uma megaoperação contra o tráfico de drogas em várias comunidades da zona norte do Rio e, também, nas cidades de Barra do Piraí e Valença, no sul do Estado. A operação batizada de Coroado II busca cumprir 65 mandados de prisão e outros 44 de busca e apreensão. Segundo o último balanço, divulgado às 8h, 25 pessoas já haviam sido presas.

Desde a madrugada desta quinta-feira (14), os agentes atuam nas comunidades da Baixa do Sapateiro, morro do Timbau e Conjunto Esperança, no Complexo da Maré; na favela de Acari; no Muquiço, em Guadalupe; e no morro do Dendê, na Ilha do Governador, todas na zona norte da cidade.

No início da manhã, houve intenso tiroteio na Maré e um homem foi atingido. Segundo a PM, a vítima foi atingida durante confronto com os agentes. O suspeito foi socorrido para o Hospital Geral de Bonsucesso. Os policiais apreenderam um fuzil, um rádio transmissor e uma quantidade ainda não contabilizada de munições e drogas. De acordo com os moradores, pelo menos, três carros blindados da PM, os caveirões, estão circulando no local.

Além do cumprimento dos mandados de prisão, a operação conjunta com o Ministério Público visa reprimir o comércio ilegal de drogas e a prática de crimes nessas localidades. A ação conta com o apoio da Coordenadoria de Inteligência, do COE (Comando de Operações Especiais), Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais), BAC (Batalhão de Ações com Cães), GAM (Grupamento Aero-Móvel) e de agentes das Unidades do 1º, 2º e 5º CPA (Comando de Policiamento de Área).