Filho e neta de Alckmin passam por tentativa de assalto

Policiais que faziam a escolta dele trocaram tiros com os bandidos

O filho do governador Geraldo Alckmin, Thomaz Alckmin, foi abordado por criminosos em frente ao Clube Paineiras na noite de domingo (2) no Morumbi, zona oeste de São Paulo. Thomaz estava em seu carro, um utilitário Tiguan, com a filha de cinco anos, quando criminosos cercaram o veículo.

Segundo informações preliminares, seguranças que faziam a escolta de Thomaz trocaram tiros com os bandidos. Não há informações sobre feridos e, até as 16h30 desta segunda-feira (3) não havia registro de boletim de ocorrência. O clube fica a cerca de 1 km do Palácio dos Bandeirantes. A tentativa de assalto foi confirmada pela Secretaria da Segurança Pública, que ainda acrescentou que a Polícia Civil não descarta nenhuma possibilidade. 

Leia mais notícias de São Paulo

Essa não é a primeira vez que Thomaz sobre uma tentativa de assalto. Em 2002, dois policiais militares que faziam a segurança dele na época foram baleados em frente ao prédio onde morava a namorada de Thomaz, na Vila Mariana, zona sul da cidade. Um dos policiais, Diógenes Barbosa Paiva, de 38 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu.

Em abril do ano passado, a filha do vice-governador de São Paulo, Guilherme Afif Domingos, também sofreu uma tentativa de assalto no Morumbi. Ela estava com o filho de dois anos no carro.