Pai que não conseguer ver filho invade fórum e ameaça se matar em Itaquera

Segundo irmã, processo começou há 4 anos, quando a ex-mulher se mudou para o litoral

Homem usou uma faca para ameaçar se matar dentro do fórum
Homem usou uma faca para ameaçar se matar dentro do fórum GERO/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Após ter dois pedidos de visita ao filho negados pela Justiça, Ricardo da Silva foi ao Fórum de Itaquera, na zona leste de São Paulo para conversar com a juíza do caso. Descontente com a decisão e com a explicação da magistrada, ele ameaçou por cerca de uma hora se matar com uma faca, dentro do prédio, no fim da tarde desta quinta-feira (17).

O TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) informou que o rapaz foi atendido por duas juízas e que o caso aconteceu logo depois de ele sair da sala de uma delas. O homem ficou em um ponto estratégico, onde era visto de outros andares. Ele se entregou por volta das 18h, depois de conversar com policiais.

Leia mais notícias de São Paulo

Ainda de acordo com o TJ-SP, o teor da decisão não pode ser divulgado, já que processos das varas de família correm em segredo de Justiça. Mas a irmã dele, Milene Cristina da Silva, falou que o processo começou há cerca de quatro anos, quando a ex-mulher de Ricardo arrumou outro marido e se mudou para o litoral.

— Ela fugiu com o meu sobrinho para a praia, com esse homem. Meu irmão foi ao fórum, pegou um advogado do governo e nada de resolver isso, anos e anos.

Ricardo foi levado a uma delegacia da região e liberado. Em seguida, ele foi a um hospital para ser examinado.

Leia mais notícias na nova home do portal R7

Assista ao vídeo: