Saúde

8/1/2013 às 10h33 (Atualizado em 8/1/2013 às 10h49)

Com 1°C a mais, casos de dengue sobem 45%

Importância da temperatura mínima se deve ao fato de o mosquito não se alimentar abaixo de 16°C

Agência Estado

O aumento da temperatura teve maior relevância que a elevação do nível de precipitação de chuvas na proliferação da dengue no Rio entre 2001 e 2009, aponta estudo publicado na revista Cadernos de Saúde Pública, da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz).

O objetivo do trabalho foi estudar o efeito de fatores sazonais e a relação entre as variáveis climáticas e o risco de dengue na cidade do Rio no período de nove anos.

O resultado mostra que o aumento de 1°C na temperatura mínima em um mês ocasiona uma elevação de 45% no número de casos de dengue no mês seguinte. Já o aumento da precipitação em 10 milímetros resulta na elevação de 6% no número de casos da doença no mesmo período. “

Os principais resultados mostraram que a temperatura teve maior relevância que a precipitação, principalmente a temperatura mínima”, disse a pesquisadora Adriana Fagundes Gomes.

A importância da temperatura mínima se deve ao fato de o mosquito não conseguir se alimentar abaixo de 16°C. Adriana avalia que a justificativa para a precipitação não ter tanta relevância quanto a temperatura é o fato de a maioria dos criadouros ser doméstica.

A proliferação de mosquitos em vasos de plantas que ficam dentro de casas, por exemplo, independe da quantidade de chuva. “Já a temperatura é um fator ambiental que não temos como controlar.

A relação com o vetor vai acontecer.” O artigo resultou do estudo para tese de mestrado da pesquisadora, de 26 anos, que trabalha no Instituto de Microbiologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Os resultados também apontaram que o risco de dengue aumenta quando a temperatura é superior a 26°C. “Vem do senso comum o fato de doenças tropicais serem relacionadas a fatores climáticos.

Sanofi anuncia resultados de vacina contra dengue

Mosquito da dengue deixará de transmitir vírus em 2014

SP espera aumento de casos de dengue em 2013

Então a gente tentou fazer uma análise científica dessa questão”, disse Adriana. Dos nove anos analisados, em apenas três (2003 a 2005) não houve registro de epidemias da doença no Rio.

A avaliação da distribuição dos casos de dengue mostra que a maior parte fica concentrada nos meses de março, abril e maio.

 

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias

Vitrine de ofertas

Publicidade

Compartilhe
Meningite

Jovem prevê a própria morte e tuíta: "Acho que estou morrendo"

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Aparelho com defeito

Lábio de modelo “derrete” após erro de dentista: “Pareço um monstro”

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Alimento contaminado

Homem quase morre após ingerir comida japonesa contaminada com vermes

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Publicidade
Compartilhe
  • Últimas de Saúde

  • Últimas de Notícias

Compartilhe
Ebola

Mulheres que teriam morrido"ressuscitam" e causam medo e pânico na Libéria

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Superação

Mães não desistem de filhas com doença rara: "É uma luta que vale a pena"

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus

Guia Mais - Saúde

Farmácia/Drogaria
Hospitais
Consultórios
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!