Saúde

12/6/2014 às 00h15 (Atualizado em 12/6/2014 às 10h47)

Copa do Mundo aumenta risco de taquicardia, arritmia e infarto

Especialistas explicam que é necessário cuidar da saúde do coração antes dos jogos

Do R7

Torcedores devem tomar cuidado com o coração Thinkstock

Não vai faltar emoção e adrenalina na estreia do Brasil na Copa do Mundo nesta quinta-feira (12). Mas para que toda essa emoção não se torne um problema de saúde, os torcedores precisam dar uma atenção especial ao coração. De acordo com um estudo realizado na Suíça durante a Copa do Mundo de 2002, houve um aumento de 63% na incidência de morte súbita cardiovascular durante o evento.

Segundo o cardiologista Alexandre Alessi, do HNSG (Hospital Nossa Senhora das Graças), em momentos de tensão como esses, "a pessoa pode ter taquicardia, arritmia, aumento da pressão ou contração exagerada das artérias".

— Isso ocorre porque as glândulas suprarrenais secretam quantidades abundantes de adrenalina e, por causa deste hormônio, os sintomas [listados acima] podem durar até 24 horas. Se a pessoa é cardiopata, ela corre o risco de assistir à partida de futebol e comprometer a sua saúde cardiovascular.

Outro hormônio liberado na circulação pelas suprarrenais é o cortisol. Segundo o neurologista Paulo Bittencourt, do HNSG, o hormônio está diretamente relacionado com o estresse.

— O cortisol faz com que a pessoa fique preparada para uma guerra, e é isso que ocorre com um torcedor fanático quando fica mais eufórico ao assistir uma partida.

Procedimento pioneiro implanta 'menor marcapasso do mundo'

A liberação do cortisol pode aumentar a pressão do torcedor.

— Nosso corpo possui um mecanismo de autorregulação da pressão da circulação vascular. Quando a pessoa está medicada, a pressão permanece normal, mas muitos casos de AVC (acidente vascular cerebral) ocorrem em pessoas que estão sem a medicação.

O cardiologista Américo Tângari Junior, da Beneficência Portuguesa de São Paulo, afirma que sintomas como dor no tórax, palpitações, taquicardias, sudorese, cefaleias, falta de ar ou pressão alta durante ou logo após os jogos são alguns sinais que podem indicar alguma anormalidade com o torcedor. De acordo com ele, "diante de grandes abalos ou calorosas sensações, a pressão e a frequência cardíaca aumentam, o que pode levar ao comprometimento do coração, gerando desconfortos ou até mesmo um infarto".

― É importante que as pessoas que já tenham casos de doenças cardiovasculares na família realizem um check-up preventivo, com o intuito de evitar surpresas durante a Copa do Mundo. Realizar avaliações médicas periódicas, praticar atividades físicas e manter uma alimentação saudável são algumas outras dicas para uma vida mais saudável.

Por isso, o cardiologista Claudio Tinoco, da Socerj (Sociedade de Cardiologia do Rio de Janeiro), alerta que "é importante que as pessoas com problemas cardíacos que vão acompanhar os jogos tomem algumas medidas preventivas".

― Se tem doença cardiovascular, deve tomar seus remédios rigorosamente. Se não tem doença, mas tem sentido recentemente dores no peito, sensação de mal-estar e falta de ar, deve procurar imediatamente um cardiologista.

Batalha psicológica

O psicólogo José Palcoski relata que algumas pessoas se preparam para os jogos como verdadeiras batalhas, como se realmente estivessem em luta e o emocional demora mais para se livrar dos efeitos gerados durante o jogo.

— Os efeitos físicos diminuem com o passar do tempo, assim como em qualquer outra situação estressante, mas a parte emocional demora mais para se livrar dos efeitos gerados durante uma partida de futebol.

Segundo Palcoski, isso ocorre por conta da representação social que a pessoa possui.

— O torcedor sofre com o time e esse sofrimento é totalmente psicológico, visto que em nenhum momento ele pode tomar parte real daquele jogo, e isso faz com que se mantenha por mais tempo envolvido pelas emoções de alegria, tristeza, raiva e outras após o término do jogo.
 

 

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Compartilhe
Meningite

Jovem prevê a própria morte e tuíta: "Acho que estou morrendo"

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Aparelho com defeito

Lábio de modelo “derrete” após erro de dentista: “Pareço um monstro”

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Alimento contaminado

Homem quase morre após ingerir comida japonesa contaminada com vermes

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Publicidade
Compartilhe
  • Últimas de Saúde

  • Últimas de Notícias

Compartilhe
Ebola

Mulheres que teriam morrido"ressuscitam" e causam medo e pânico na Libéria

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Superação

Mães não desistem de filhas com doença rara: "É uma luta que vale a pena"

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus

Guia Mais - Saúde

Farmácia/Drogaria
Hospitais
Consultórios
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!