Saúde

6/9/2012 às 09h29 (Atualizado em 6/9/2012 às 09h29)

Gordura trans está com os dias contados

Cientistas da USP criam salgadinho que substitui trans por nutriente capaz de proteger o intestino

Agência Estado

Responsável pelo aspecto crocante das frituras e rainha absoluta do preparo de bolachas recheadas, sorvetes e batatas fritas, a gordura trans dá adeus. Durante cinco décadas esse ácido graxo aumentou o prazo de validade de inúmeros alimentos industrializados.

Atualmente, um olhar atento nas embalagens deixa claro que a trans foi riscada de muitos pacotes. E estudiosos asseguram que ela não voltará mais.

Cientistas da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo criaram um salgadinho que, em vez de trans, oferece um nutriente capaz de proteger o intestino. A mudança começa no processo de aromatização, que dá cheiro e sabor ao produto.

Para o preparo dos alimentos, é usado um composto não oleoso, rico em fibras que substitui com sucesso a trans. Esse ingrediente é à base de inulina e oligofrutose. Ou seja, estimula bactérias benéficas da flora intestinal, combatendo a prisão de ventre.

E uma boa notícia: a novidade foi aprovada pelos consumidores. O salgadinho apresenta as mesmas características dos similares encontrados no mercado, sem fazer mal à saúde!

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias

Vitrine de ofertas

Compartilhe
Imagens fortes

Médicos retiram peixe vivo de intestino de homem em Londrina (PR)

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Tristeza

Após morte trágica de filho por uso de droga, pai publica vídeo comovente

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Aparelho com defeito

Lábio de modelo “derrete” após erro de dentista: “Pareço um monstro”

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Publicidade
Compartilhe
  • Últimas de Saúde

  • Últimas de Notícias

Compartilhe
Ebola

Mulheres que teriam morrido"ressuscitam" e causam medo e pânico na Libéria

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Superação

Mães não desistem de filhas com doença rara: "É uma luta que vale a pena"

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus

Guia Mais - Saúde

Farmácia/Drogaria
Hospitais
Consultórios
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!