Saúde

10/4/2013 às 00h40

Para sobreviventes de bomba atômica consequência pode ser câncer ósseo com dor insuportável

Atingidos diretamente podem até evaporar. Todo planeta pode sofrer efeitos

Vanessa Sulina, do R7

Bomba atômica pode fazer pessoas evaporarem WikimediaCommons

A explosão de uma bomba atômica pode ter efeitos devastadores no corpo humano, de acordo com o pesquisador em tecnologia nuclear do Ipen (Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares) Adonis Marcelo Salib. Quem é atingido diretamente pela arma poderá morrer queimado e até evaporar, além de poder ser lançado a metros de distancia por causa do impacto térmico. Aos sobreviventes, os elementos de uma bomba podem intoxicar e contaminar a ponto de causar um câncer ósseo, considerado um dos piores tipos desta doença.

— O urânio [principal elementos de bomba nuclear] é tóxico e radioativamente perigoso, e ele elege principalmente os ossos [para se fixar]. Essa radioatividade provoca uma mutação no DNA das células e elas começam a crescer. O câncer ósseo é o mais doloroso que existe, já que o osso cresce, comprime os músculos, os tendões e as pessoas morrem de dor. Essa doença não tem cura e o tratamento para dor se utiliza outro elemento radioativo, o samário.

Saiba mais sobre o poder de destruição das bombas

Segundo o especialista, a contaminação por urânio e pelo plutônio — que também está presente em uma arma nuclear — não acontece apenas às pessoas próximas à região onde a bomba foi detonada. Todo o planeta seria afetado.

Leia mais notícias de Saúde

— Uma bomba atômica é descontrolada, não tem limites, é um suicido coletivo. As pessoas que morrem no local podem até evaporar. O impacto térmico . Elas também podem morrer ao serem lançadas Vamos supor que caia uma bomba atômica em Seul, na Coreia do Sul. Podem morrer 100 mil pessoas de uma só vez. Tudo que sobrar ficará contaminado. Não só lá, mas em toda a Terra.

No Brasil, Salib afirma que certamente as partículas chegariam em “talvez uma questão de meses” e poderiam vir por correntes de ar ou marítimas.

— O problema da radiação é que não sentimos nada. O que poderia acontecer, por exemplo, é começar a surgir câncer de um determinado padrão, e quando se vai ver é um metal que chegou até aqui.

Futuras gerações

Além das pessoas que seriam diretamente atingidas, o efeito de explosão de uma bomba nuclear afetaria diversas gerações, já que as mutações passariam dos pais para os filhos. Conforme explicação de Alib, dependendo do elemento utilizado, a contaminação do planeta seria milenar.

 

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Compartilhe
Vive com dificuldades

Apesar de sentença de morte, jovem com grave deformidade vira contador

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Superação

Jovem se recupera de paralisia nas pernas e caminha até o altar

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Batalha

Jovem tem lábios reconstruídos após ter parte do rosto devorado por bactéria

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Publicidade
Compartilhe
  • Últimas de Saúde

  • Últimas de Notícias

Compartilhe
Drama

Mulher relata morte do marido aos 39 anos com 400 kg; veja detalhes

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Dor insuportável

Bactéria que come carne humana quase mata mulher após dar à luz

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus

Guia Mais - Saúde

Farmácia/Drogaria
Hospitais
Consultórios
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!