Bahia Bahia tem maior índice de câncer de pele que afeta a planta do pé; saiba como se proteger

Bahia tem maior índice de câncer de pele que afeta a planta do pé; saiba como se proteger

Em Salvador, 1.254 casos da doença foram registrados entre 2008 e 2015

  • Bahia | Do R7

Deve-se ter atenção as alterações no corpo e manchas que aparecem na pele

Deve-se ter atenção as alterações no corpo e manchas que aparecem na pele

Getty Images

A Bahia é o Estado com o maior índice do melanoma acral, câncer de pele que afeta a planta do pé, segundo o Ministério da Saúde. Em Salvador 1.254 casos da doença foram registrados entre 2008 e 2015. Este ano, já foram 24 diagnósticos; em 2014, 304 casos, o maior número em sete anos.

A principal causa do câncer de pele ou melanoma é a exposição excessiva ao sol, mas há outros fatores de risco como: idade e sexo, características da pele, histórico familiar, histórico pessoal e imunidade enfraquecida.

Leia mais notícias no R7 BA

Segundo o Inca (Instituto Nacional do Câncer), o melanoma cutâneo é um tipo de câncer de pele que tem origem nos melanócitos (células produtoras de melanina, substância que determina a cor da pele) e tem predominância em adultos brancos. Já o melanoma acral tem maior ocorrência em pessoas de pele negra ou parda. De acordo com a Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), este é considerado o mais agressivo entre os melanomas.

No entanto, o Inca ressalta que embora o câncer de pele seja o mais frequente no Brasil e corresponda a 25% de todos os tumores malignos registrados no País, o melanoma representa apenas 4% das neoplasias malignas do órgão, apesar de ser o mais grave devido à sua alta possibilidade de metástase. São estimados mais de 6 mil novos casos de melanoma por ano.

Saiba como se proteger

Exposição ao sol sem proteção causa câncer de pele. Saiba como evitar

O câncer de pele quando diagnosticado no ínicio, tem a possibilidade de cura em 90% dos casos. Especialistas afirmam que para combater o melanoma é preciso prevenir. Portanto além dos cuidados com a exposição ao sol, as pessoas devem estar atentos as mudanças do seu corpo, fazendo o autoexame.

De acordo com o Inca, ao realizar o autoexame em todas as partes do corpo- incluindo costas, região genital, palma das mãos e planta dos pés, couro cabeudo e unhas- as pessoas devem se orientar pela regra do ABCDE, que se refere a pintas Assimétricas, de Bordas irregulares, Cores não uniformes, Diâmetros superiores a 6 mm e Evolução fora do comum, como coceiras, aumento de tamanho e/ou sangramento. Detectada uma dessas características, deve-se procurar um dermatologista com urgência.

*Colaborou a estagiária do R7 BA Kátia Prado

Últimas