Homem assalta passageiros de ônibus e conta como escolhe as vítimas: "Só os que tinham dinheiro"

Acusado disse que não estava armado e usa a mente para roubar

Homem assalta passageiros de ônibus e conta como escolhe as vítimas: "Só os que tinham dinheiro"

Suspeito já ficou preso por oito anos

Suspeito já ficou preso por oito anos

Reprodução/Record Bahia

Um homem foi preso acusado de assaltar oito passageiros de um ônibus, na orla de Salvador. Carlos Eduardo Santos Neves, 32 anos, disse que tinha 30 pessoas no coletivo, mas ele escolheu as vítimas.

— Tinha mais de 30 passageiros, eu só peguei oito. Só foi os que tinham dinheiro, os brancos. Eu via ouro no pescoço, via aliança, via celular grandão. Via chique, o povo barão. Eu sentia o cheiro do dinheiro ali. 

Leia mais notícias no R7 BA

Experimente grátis: todos os programas da Record na íntegra no R7 Play

De acordo com o suspeito, tinha gente que dava o celular e ele nem pegava, pois só rouba de quem tem dinheiro. 

— Teve quatro pessoas que me deu e eu não quis. Aquelas pessoas ali tudo tem dez, quinze cartões na carteira (sic).

Carlos afirmou que só gosto de roubar homem, não roubar mulher. Ele disse que não usa armas na ação, pois é arriscado sair armado e usa a mente para cometer os crimes.

— Gosta de roubar homem, grandão e branco. Não chego na valentia, é só nas ideias. Pergunto: "já tomou tiro?" Ele vai dizer que não. "Levanta a camisa". Se tiver com ferro (arma) abaixa a cabeça e "bota" a mão na cabeça como a polícia faz comigo, eu faço com eles lá também.

O suspeito já ficou preso por oito anos e pediu desculpas para o pai e a mãe. Disse que não precisava eles irem visitá-lo na cadeia e pediu aos pais para cuidar da filha.