Amigo de Temer, coronel Lima Filho é preso pela PF

Ele é apontado como intermediário de propinas do presidente Temer e vinha apresentando atestados médicos para não prestar depoimento

Movimentação na sede da PF em São Paulo

Movimentação na sede da PF em São Paulo

CLAUDINEI LIGIERI/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

O coronel aposentado da PM João Baptista Lima Filho, amigo do presidente Michel Temer (MDB), foi preso pela Polícia Federal na casa dele, em São Paulo, na manhã desta quinta-feira (29). A detenção foi determinada pelo ministro Luis Roberto Barroso, no âmbito da Operação Skala, que prendeu o também amigo do emedebista, o advogado José Yunes.

A Polícia Federal tentava ouvir o coronel desde meados de 2017. Por diversas vezes ele não compareceu aos depoimentos alegando motivos de saúde. 

A defesa de Lima Filho não foi localizada até o momento.