Brasil Bolsonaro diz que política de preços da Petrobras pode mudar

Bolsonaro diz que política de preços da Petrobras pode mudar

Presidente criticou novo reajuste do preço do botijão de gás e disse que a população precisa de "previsibilidade" sobre preços

Reuters - Economia
Bolsonaro em avento na cidade de Chapecó nesta quarta (7)

Bolsonaro em avento na cidade de Chapecó nesta quarta (7)

Alan Santos/PR - 07.04.2021

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira (7) que o aumento do preço do gás anunciado pela Petrobras nesta semana, de 39%, é "inadmissível" e, apesar de dizer que não irá interferir na estatal, afirmou que a política de preços da empresa pode mudar.

Bolsonaro disse ainda, em discurso em Foz do Iguaçu, que precisou retirar do Congresso o projeto de lei que alterava a forma de cobrança do ICMS sobre os combustíveis pelos Estados, mas que reenviará novamente a proposta em 15 dias.

Segundo o presidente, é preciso previsibilidade para a política de preços da Petrobras e a população não pode viver com a “sanha arrecadatória” do governo federal e dos governos estaduais.

Últimas