Brasil registrou um acidente de avião a cada 2 dias em 2019

Apesar disto, número de acidentes caiu 8%. Foram 153 acidentes com aeronaves no país em 2019, frente a 166 acidentes registrados em 2018

Entretanto, número de acidentes caiu 8% em 2019 em relação ao ano anterior

Entretanto, número de acidentes caiu 8% em 2019 em relação ao ano anterior

Arquivo Pessoal

Segundo dados do Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos), órgão da FAB (Força Aérea Brasileira), o Brasil registrou, em média, um acidente de avião a cada dois dias e 9 horas em 2019. Foram 153 acidentes em 2019,  frente a 166 ocorrências registradas em 2018.

Entre estes acidentes, está a queda do avião que matou o cantor Gabriel Diniz e outras 2 pessoas em maio do ano passado, cuja a investigação ainda está em andamento.

Os dados mostram ainda que a maioria desses acidentes ocorrereu durante a fase de decolagem do avião, sendo que a falha do motor foi o tipo de ocorrência
mais comum.

Já o julgamento de pilotagem, atitude do piloto em escolher a melhor ação para determinada circunstância durante um voo, foi o principal
fator determinante para os acidentes que tiveram sua investigação concluída.

Do total de acidentes, cerca de 20% tiveram as investigações de suas causas concluídas que auxiliaram o Cenipa a fazer 20 recomendações de segurança para pilotos, empresas de aviação e operadores de aeroportos.

"Como todo acidente aeronáutico é resultado não de um mas de uma série de fatores inter-relacionados, vemos que toda uma indústria tem trabalhado para reduzir essas ocorrências. Após cada investigação, o CENIPA emite recomendações dirigidas a fabricantes, empresas, escolas e mesmo à ANAC, a Agência Nacional de Aviação Civil. Segurança de voo é responsabilidade de todos", explica Solange Galante, especialista em aviação.

Os dados do Cenipa mostram ainda que os números de incidentes graves, situações na aviação que indicam que potencialmente poderia ter acontecido um acidente, se mantiveram praticamente estáveis. Foram 78 ocorrências em 2019, frente a 79 em 2018.

Por outro lado, o número de incidentes, pequenas ocorrências que afetam a segurança na aviação, tiveram um aumento expressivo de 198 ocorrências em 2018 para 265 em 2019, um aumento de 25%.