'Estamos em cárcere privado', dizem estudantes que ocuparam a Câmara de Guarulhos

Eles dizem que grupo contra a invasão ameaça entrar na Câmara e que GCM cercou local 

Estudantes que ocupam a Câmara Municipal de Guarulhos desde a semana passada afirmaram nesta sexta-feira (28), por meio de um post no Facebook, que estão em “cárcere privado” no local devido a um protesto contrário à invasão.

“A direita de São Paulo marcou um ato que se encontrou na praça dos Estudantes e segue em direção à Câmara”, afirma o texto. A praça dos Estudantes fica a um quarteirão da sede do legislativo da cidade. ”O ato chama ‘desocupa’ e estão querendo entrar na Câmara.”

De acordo com os estudantes, a Guarda Civil cercou o local. “Nós estudantes que estamos na ocupação estamos em cárcere privado. A GCM alega que vai agir somente se o grupo fascista tentar entrar no prédio.”

Os estudantes estão na Câmara de Guarulhos em protesto contra a PEC do Teto dos Gastos, que foi aprovada na Câmara dos Deputados nesta semana e agora tramita no Senado.

O R7 não conseguiu ainda contato com a Guarda Civil de Guarulhos.

Leia mais notícias de Brasil