Brasil Estúdio News debate mudança na alimentação durante a pandemia

Estúdio News debate mudança na alimentação durante a pandemia

Programa recebe o presidente da Associação de Nutrologia, Durval Ribas, e a nutricionista e pesquisadora Maria Alvim

  • Brasil | Do R7

Durval Ribas, Gustavo Toledo e Maria Alvim

Durval Ribas, Gustavo Toledo e Maria Alvim

Divulgação

Os hábitos alimentares da população brasileira mudaram durante a pandemia. Enquanto em algumas regiões houve o aumento no consumo de alimentos considerados mais saudáveis, em outras houve um crescente no consumo de ultraprocessados. O presidente da Associação Brasileira de Nutrologia, Durval Ribas, e a nutricionista e pesquisadora do Núcleo de Pesquisas Epidemiológicas em Nutrição e Saúde, Maria Alvim, abordam o tema no Estúdio News deste sábado (20).

Com mais tempo em casa e incertezas oriundas da crise epidemiológica, ansiedade, estresse, tensão e nervosismo presentes no dia a dia tendem a interferir na alimentação resultando em maior ingestão de calorias e aumento de peso corporal, segundo aponta o presidente da Abran.

“Não podemos esquecer que quando ficamos tensos, nervosos e preocupados, nós temos uma tendência a buscar algum mecanismo compensatório e esse mecanismo de compensação da dieta, da nutrição, da alimentação, é muito forte e robusto e está acontecendo durante essa pandemia com certeza”.

Nas regiões Norte e Nordeste e entre pessoas de escolaridade mais baixa houve aumento no consumo de alimentos ultraprocessados, produtos industrializados que contêm adição de muitos ingredientes, como açúcares, sais, adoçantes, corantes, aromatizantes e conservantes, de acordo com o estudo Nutrinet Brasil, iniciado em janeiro de 2020.

“É um estudo de seguimento que vai acompanhar as pessoas por longos anos para entender alguns comportamentos que temos no cotidiano e entender se tem relações com o maior risco ou maior proteção para o desenvolvimento de doenças crônicas, obesidade, diabetes e hipertensão. A pesquisa é muito importante para vermos quais os padrões alimentares que fazem bem ou mal para saúde do brasileiro”, explica Maria Alvim.

Com pouco mais de 90 mil participantes, a pesquisa, que ainda está aberto e recebendo inscrições, acompanhará os brasileiros voluntários por vários anos por meio de questionários disponíveis no portal do estudo.

O Estúdio News vai ao ar aos sábados, às 22h15. A Record News é sintonizada pelos canais de TV fechada 55 Vivo TV, 78 Net, 32 Oi TV, 14 Claro, 19 Sky e 134 GVT, além do canal 42.1 em São Paulo e demais canais da TV aberta em todo o Brasil.

Últimas