Brasil Força Nacional reforça segurança na Esplanada em dia de atos populares

Força Nacional reforça segurança na Esplanada em dia de atos populares

Brasília deve sediar protestos contra a Previdência e atos do movimento indígena e de trabalhadoras rurais

Força Nacional

Portaria libera trabalho das equipes federais

Portaria libera trabalho das equipes federais

Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O Ministério da Justiça e Segurança Pública autorizou a atuação da Força Nacional na Esplanada dos Ministérios nesta terça-feira (13) e quarta-feira (14) quando Brasília deve sediar protestos contra a Previdência e atos do movimento indígena e de trabalhadoras rurais.

A portaria que libera o trabalho das equipes federais, "em caráter episódico e planejado", atende a pedido do GSI (Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República) e está publicada no DOU (Diário Oficial da União) desta terça-feira.

Nesta terça, servidores públicos, trabalhadores da iniciativa privada e estudantes prometem reunir um milhão de pessoas nas ruas do Brasil no Dia Nacional de Mobilização contra a Reforma da Previdência. Em Brasília, a concentração será no Museu Nacional, próximo à Esplanada, a partir das 9h.

Outros dois atos estão previstos para ocorrer esta semana em Brasília. Hoje, será a 1ª Marcha das Mulheres Indígenas, que estão no gramado entre a Funarte e o Clube do Choro e devem seguir para o Congresso por volta das 9h. Amanhã, haverá a Marcha das Margaridas, no Pavilhão do Parque da Cidade.

Para esses eventos, a SSP/DF (Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal) informou que montou um esquema especial de trânsito, além disso as manifestações serão monitoradas em tempo real pelas câmeras que ficam na área central e as imagens serão enviadas para o Ciob (Centro Integrado de Operações de Brasília).