Brasil Força Nacional vai combater crimes ambientais na Amazônia Legal

Força Nacional vai combater crimes ambientais na Amazônia Legal

Militares vão auxiliar nas ações de fiscalização e repressão ao desmatamento ilegal, além de atuar também contra incêndios e queimadas

  • Brasil | Do R7

Militares vão atuar no combate ao desmatamento ilegal na Amazônia

Militares vão atuar no combate ao desmatamento ilegal na Amazônia

Guilherme Mendes/RecordTV

O ministro da Justiça e Segurança Pública, André Luiz Mendonça, autorizou o uso da Força Nacional em apoio ao GSI (Gabinete de Segurança Institucional), nas ações de fiscalização e repressão ao desmatamento ilegal e demais crimes ambientais, como incêndios florestais e queimadas, na região da Amazônia Legal. 

Leia mais: Pantanal e Amazônia registram recorde de queimadas em outubro

A medida foi publica na edição desta sexta-feira (13) do DOU (Diário Oficial da União). O período de atuação dos militares na Amazônia começa hoje, data de publicação da portaria, e vai até 30 de abril de 2021, ou seja, pouco menos de seis meses. 

O contingente a ser disponibilizado ainda não foi definido, mas obedecerá ao planejamento definido pela Diretoria da Força Nacional de Segurança Pública, da Secretaria Nacional de Segurança Pública, do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

O prazo do apoio prestado pela Força Nacional poderá ser prorrogado, caso seja necessário. Caso a renovação não seja solicitada pelo órgão apoiado, o efetivo disponibilizado será retirado imediatamente após o vencimento da portaria. 

Últimas