Brasil Futuro chanceler escolhe embaixador para secretaria-geral

Futuro chanceler escolhe embaixador para secretaria-geral

Otávio Brandelli será "braço direito" de Ernesto Araújo na pasta. Anúncio foi feito na conta do Twitter

Embaixador

Brandelli será secretário-geral do Itamaraty

Brandelli será secretário-geral do Itamaraty

Reprodução/ Twitter/ Ernesto Araújo - 05.12.2018

O futuro ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, confirmou — na sua conta do Twitter — a escolha do embaixador Otávio Brandelli para ser seu segundo no Itamaraty. Brandelli será o secretário-geral do Itamaraty. Na rede social, o futuro chanceler chamou o embaixador de “meu braço direito”.

"O céu é o limite", diz novo chanceler sobre relações com EUA 

“Tenho a alegria de anunciar o embaixador Otávio Brandelli, diplomata de competência e dedicação amplamente reconhecidas, para futuro secretário-geral das Relações Exteriores. Será meu braço direito para implementar a política externa do presidente [eleito] Jair Bolsonaro.”

Diplomata de carreira, Brandelli foi promovido a embaixador este ano e estava como responsável pelo Departamento de Mercosul do Itamaraty. Nesta quinta-feira (6), chanceleres do Mercosul (Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai — a Venezuela está temporariamente suspensa) e da União Europeia se reúnem, em Brasília.

Relações Exteriores: futuro ministro jamais chefiou embaixada

Como secretário-geral, Brandelli deverá assessorar o chanceler nos temas relativos à política externa e também nas questões administrativas.

Araújo deverá definir ainda se manterá ou mudará os subsecretários de áreas no Itamaraty , responsáveis por distintos setores da política externa.

    Access log