Brasil Governador de SC tem esperança de reverter decisão de impeachment

Governador de SC tem esperança de reverter decisão de impeachment

Carlos Moisés (PSL) foi afastado temporariamente do cargo, por até 180 dias, mas acredita no arquivamento definitivo do processo

O governador de SC, Carlos Moisés, foi afastado do cargo por 180 dias

O governador de SC, Carlos Moisés, foi afastado do cargo por 180 dias

Julio Cavaleiro/Secom

O Governador Carlos Moisés da Silva (PSL) foi afastado do cargo por 180 dias. Por 6 votos a 4, desembargadores e deputados decidiram, na sexta-feira (23), que Moisés deve ficar fora do governo por esse período. Em resposta a isso, o Governador disse que mantém a esperança de que a decisão sobre o impeachment seja revertida.

“É um processo de discussão jurídica, apesar do processo de impeachment ser um processo político, e nós acreditamos ainda no resultado do arquivamento definitivo porque temporariamente há o afastamento do governador, com aquele número de votos que nós tivemos ali, mas com esse mesmo resultado não se opera o afastamento definitivo e a perda de cargo público”, afirma ele.

Um dos pedidos de impeachment contra Carlos Moisés e sua vice, Daniela Reinehr (sem partido), foi julgado na sexta-feira (23) e o Tribunal Especial de Julgamento aceitou a denúncia contra ele por crime de responsabilidade.

No caso da vice-governadora, o processo terminou em 5 a 5 e coube ao presidente do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, Ricardo Roesler, desempatar a votação. O desembargador rejeitou o afastamento da vice, e Daniela Reinehr assume o cargo de governadora do Estado interinamente.

Moisés fica afastado do cargo por até 180 dias, a partir da próxima terça-feira (27), para o julgamento final do impeachment.

Neste processo, ambos são acusados de conceder aumento aos procuradores do Estado por meio de um procedimento administrativo sigiloso e ilegal, sem autorização legislativa. Moisés e Daniela também são alvos de um processo de impeachment pela compra de respiradores no início da pandemia de covid-19, que ainda está em tramitação.

Últimas