Brasil Governo concede mais seis pensões para vítimas do Césio 137

Governo concede mais seis pensões para vítimas do Césio 137

Pensões vitalícias variam entre R$ 479 e R$ 957; acidente aconteceu em 1987

Governo concede mais seis pensões para vítimas do Césio 137

O acidente com Césio 137 completou 30 anos

O acidente com Césio 137 completou 30 anos

Reprodução/ Rede Record

O governo concluiu mais seis processos de indenização vitalícia para vítimas do acidente radioativo com Césio 137, ocorrido em setembro de 1987.

As pensões, com valor que variam entre R$ 479 e R$ 957, foram aprovadas de acordo com a lei 9425/96, específica sobre o acidente que aconteceu na cidade de Goiania; quando o dono de um ferro velho abriu uma máquina que tinha sido encontrada dentro do prédio abandonado do Instituto Goiano de Radioterapia.

Dentro da máquina de radioterapia tinha uma cápsula contendo o Césio 137, o dono do ferro velho levou o material para casa e mostrou para amigos e vizinhos.

As primeiras pessoas contamidas passaram mal no mesmo dia e procuraram os hospitais da cidade. Demorou mais de uma semana para as autoridades identificarem a origem do acidente. Mais de 60 pessoas morreram e outras 1.300 teriam sido contamidas.

O valor da pensão depende do grau de contaminação. Segundo a lei, filhos e netos de pessoas que foram contamidas pelo Césio 137 há 30 anos em Goiânia e que apresentem alguma doença relacionada à radiação também têm direito ao benefício.