Brasil Greve da Eletrobras é interrompida após decisão do TRT

Greve da Eletrobras é interrompida após decisão do TRT

Funcionários iniciaram protesto nesta segunda-feira (11) e devem retomá-lo por tempo indeterminado no próximo dia 25

Empregados da Eletrobras decidem interromper greve após decisão do TRT

Eletrobras poderá ser privatizada em breve

Eletrobras poderá ser privatizada em breve

Marcelo Casal Jr/Agência Brasil

Por força de uma decisão do presidente do TRT (Tribunal Regional Do Trabalho) do Rio de Janeiro, a greve de 72 horas dos empregados da Eletrobras foi interrompida nesta terça-feira (12), mas deve voltar por tempo indeterminado no próximo dia 25, informou o diretor da Aeel (Associação dos Empregados da Eletrobras), Emanuel Mendes.

A greve foi iniciada na segunda-feira (11), e tinha por objetivo protestar contra a privatização da estatal e pedir a saída do presidente Wilson Ferreira Jr, considerado o promotor da venda da empresa e cujas relações foram afetadas por declarações polêmicas do executivo.

A estatal também confirmou o fim da paralisação em nota: "Na Eletrobras holding a greve foi interrompida pela manhã e já houve retorno ao trabalho".

A nova greve planejada para o dia 25 tem por objetivo garantir direitos adquiridos no ACT (Acordo Coletivo de Trabalho), informou Mendes.

O sindicalista disse que a partir de 25 de junho os empregados irão parar por tempo indeterminado, mas aguarda uma proposta da companhia que pode suspender a greve.