Brasil Justiça decreta prisão de militar preso com drogas na Espanha

Justiça decreta prisão de militar preso com drogas na Espanha

Homem foi detido com 39 quilos de cocaína em sua mala no aeroporto de Sevilha nesta terça-feira (25)

Militar

Ministério afirma que "repudia atos desta natureza"

Ministério afirma que "repudia atos desta natureza"

Sargento Johnson/Força Aérea Brasileira

A Justiça espanhola determinou a prisão do militar da Aeronáutica detido com 39 quilos de cocaína em sua mala no aeroporto de Sevilha, na Espanha, nesta quarta-feira (26). A informação é do jornal Diário de Sevilla. 

O tribunal de instrução 11 expediu o pedido de prisão provisória do militar, comunicada e sem fiança. 

O sargento da FAB (Força Aérea Brasileira) integrava a comitiva de 21 militares que partiu de Brasília com destino a Tóquio, no Japão, e fez escala no aeroporto de Sevilha. 

Fontes do TSJA (Superior Tribunal de Justiça da Andaluzia) explicaram que o militar é investigado por um suposto crime de saúde pública. A Guarda Civil apura se a droga foi destinada à capital da Andaluzia.

Na terça, o Ministério da Defesa emitiu uma nota afirmando que determinou a instauração de um IPM (Inquérito Policial Militar) e que "repudia atos desta natureza".

Leia a nota na íntegra: 

"O Ministério da Defesa informa que, nesta terça-feira (25), foi detido no aeroporto de Sevilha, Espanha, um militar da Aeronáutica por suspeita de envolvimento no transporte de substância entorpecente.

Os fatos estão sendo apurados e foi determinada a instauração do Inquérito Policial Militar (IPM).

O Ministério da Defesa e o Comando da Aeronáutica repudiam atos dessa natureza e darão prioridade para elucidação do caso, aplicação dos regulamentos cabíveis, bem como colaboram com as autoridades".