Brasil Moro lamenta plágio em texto e diz que aluna "cometeu erro"

Moro lamenta plágio em texto e diz que aluna "cometeu erro"

Segundo ex-ministro, texto que assina como co-autor com a advogada Beathrys Ricci Emerich contém 'erro metodológico' e foi escrito por ela

  • Brasil | Do R7

Moro diz que texto tem 'erro metodológico'

Moro diz que texto tem 'erro metodológico'

Joédson Alves/EFE – 24.04.2020

O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública e ex-juiz federal Sergio Moro emitiu nota, na tarde deste sábado (27), justificando o plágio em um artigo que assinou como co-autor com a advogada Beathrys Ricci Emerich, sua orientanda num curso de mestrado. 

Segundo Moro, o texto contém "erro metodológico" e a redação foi feita apenas pela orientanda.

"Infelizmente, ela cometeu um erro metodológico ao utilizar dois pequenos trechos sem citar o autor. O artigo foi retirado da revista, ela já reconheceu o erro e pediu desculpas ao autor. É o trabalho de uma aluna de pós graduação que cometeu um erro e já o corrigiu, o que é louvável”, disse Moro na nota.

A advogada Beathrys Ricci Emerich também emitiu nota nesta sábado tratando sobre o tema. 

De acordo com ela, o artigo era composto de 16 páginas, com 22 referências bibliográficas, e foi redigido por ela como atividade integrante da avaliação da disciplina ministrada por Moro.

"A redação do artigo foi minha e, infelizmente, acabou acontecendo a falha metodológica consistente na ausência de citação do ilustre autor Dr. Marcelo Augusto Rodrigues de Lemos. Reconheço a falha não intencional, mesmo porque não havia motivos para não citar o autor, tendo em vista que o trabalho citou mis de vinte outros autores. O artigo foi por mim redigido, bem como pedi escusas ao Autor do trabalho, as quais foram aceitas. O Centro Universitário Curitiba - Unicuritiba já retirou o artigo da revista “Relações Internacionais do Mundo Atual”. Aproveito o ensejo para pedir sinceras desculpas ao Professos Sergio Moro, bem como à instituição de ensino."

Entenda o caso

Segundo o site Metrópoles, o advogado Marcelo Augusto Rodrigues de Lemos afirmou que Moro e a mestranda Beathrys Ricci Emerich copiaram, sem dar o devido crédito, um trecho de seu trabalho publicado em 1º de setembro de 2019.

O artigo de Lemos, publicado no site de notícias jurídicas Conjur, aborda o "alvitamento do livre exercício da advocacia em tempos de crise".

O texto de Moro e Emerich, que tem trechos idênticos, trata de lavagem de dinheiro por meio de pagamentos a advogados e foi publicado na revista Relações Internacionais no Mundo Atual, da Unicuritiba.

A edição da revista na qual o artigo assinado por Moro e Emerich foi publicado data do período entre abril/junho de 2019. No entanto, os registros de bibliografia feitos pela advogada revelam que o texto saiu depois de abril de 2020. Ou seja, sete meses depois da publicação original.

Últimas