Brasil Mourão disse estar preocupado com queimadas na Amazônia

Mourão disse estar preocupado com queimadas na Amazônia

Vice-presidente afirmou em entrevista coletiva no Pará que  6 mil brigadistas vão operar no combate aos incêndios

  • Brasil | Do R7

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, durante coletiva em Altamira (PA)

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, durante coletiva em Altamira (PA)

Reprodução/Youtube

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, disse estar preocupado com as queimadas na região da Amazônia. Em visita aos municípios de Novo Progresso e Altamira, no Pará, o vice-presidente participou de entrevista coletiva nesta quarta-feira (18) sobre a Operação Samaúma, no combate a crimes ambientais.

“O Prevfogo, subordinado ao Ibama, contratou 6 mil brigadistas que vão operar no combate aos incêndios. É óbvio que eles precisam de apoio logístico e as Forças Armadas podem prestar esse apoio logístico para que essa turma chegue ao terreno. E, realmente, no sobrevoo na região de Novo Progresso, eu vi alguns focos de incêndio que me preocuparam”, disse Mourão.

As ações das Forças Armadas coordenadas com o CNAL (Conselho Nacional da Amazônia Legal), presidido pelo vice-presidente, resultaram em 111 multas aplicadas no valor de R$ 57 milhões.

Desde o início da operação, foram realizados mais de 520 reconhecimentos e patrulhas e em torno de 100 ações preventivas e repressivas contra delitos ambientais e apreendidos quase 6 mil metros cúbicos de madeira, 3 embarcações, 50 maquinários de serraria e 13 tratores. 

O emprego das Forças Armadas para a GLO (Garantia da Lei e da Ordem) foi determinado por decreto de 28 de junho de 2021, que autoriza atuação em terras indígenas, em unidades federais de conservação ambiental, em áreas federais em geral e, mediante requerimento do respectivo governador, em outras áreas dos estados abrangidos.

Últimas