Brasil Mourão diz que operações na Amazônia irão até o final de 2022

Mourão diz que operações na Amazônia irão até o final de 2022

Apesar de reconhecer problemas na região, vice-presidente afirmou que há exagero sobre o que realmente está acontecendo na floresta

Reuters
Mourão diz que Brasil é alvo de campanha ideológica

Mourão diz que Brasil é alvo de campanha ideológica

Andre Borges/EFE - 15.07.2020

O vice-presidente Hamilton Mourão disse nesta segunda-feira que as operações de comando e controle na floresta amazônica serão mantidas sem interrupções até o final de 2022 e avaliou que o Brasil vem sendo alvo de críticas na área ambiental internacionalmente, por causa de um ataque ideológico ao presidente Jair Bolsonaro.

Plano de bioeconomia na Amazônia será de longo prazo, diz Mourão

Em entrevista á rádio Eldorado, Mourão, que também é presidente do Conselho da Amazônia, defendeu ainda a regulamentação da mineração em terras indígenas e, ao mesmo tempo que reconheceu que há problemas na Amazônia, afirmou que está sendo dada uma dimensão maior ao que realmente está acontecendo na floresta.

Mourão diz que governo não fez desmonte em agências ambientais

Últimas