MRV aparece em mais de 50 mil ações na Justiça de São Paulo

Dados dos tribunais do Estado apontam que construtora é alvo de mais de 10 mil ações por danos materiais, práticas abusivas e defeitos de construção

Reprodução

O nome da empreiteira MRV, especializada em moradias populares, aparece em mais de 50 mil processos que tramitam na Justiça de São Paulo.

Um levantamento, feito no banco de dados dos tribunais paulistas, indica que a MRV é alvo de mais 10 mil ações que envolvem danos materiais, práticas abusivas e falhas de construção.

Quanto aos danos materiais, a construtora enfrenta pelo menos 6.000 processos. São clientes que entraram na Justiça contra a MRV porque se sentiram lesados quando receberam as chaves dos imóveis.

A empreiteira é alvo de outros 3.300 casos ligados à reparação por supostas práticas abusivas da construtora.

Outros 1.250 compradores de imóveis da MRV acionaram a Justiça paulista porque identificaram supostos vícios de construção. Na prática, são falhas de construção que tornam o imóvel impróprio para o uso ou que desvalorizam o seu valor de mercado.

A reportagem da Record TV procurou a assessoria da MRV, mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem.