Brasil ONS eleva para 58,4% a capacidade dos reservatórios do Sudeste

ONS eleva para 58,4% a capacidade dos reservatórios do Sudeste

A região, que abriga as principais hidrelétricas do país, deverá receber mais chuvas do que o previsto 

Reuters
Hidrelétrica de Furnas, em Minas Gerais

Hidrelétrica de Furnas, em Minas Gerais

Paulo Whitaker/Reuters

Os reservatórios de hidrelétricas do Sudeste e Centro-Oeste devem atingir 58,4% de sua capacidade em fevereiro, versus projeção de 54% da semana anterior, segundo boletim do ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico) divulgado nesta sexta-feira (4).

Isso representa um aumento de mais de 14 pontos percentuais ante o índice de armazenamento do início do mês, após a continuidade de chuvas neste verão.

A região Sudeste/Centro-Oeste, que abriga as hidrelétricas com os maiores reservatórios do país, deverá receber mais chuvas do que o previsto inicialmente neste mês.

O volume de precipitação na área foi elevado para 108% da média histórica em fevereiro, ante 96% na previsão da semana anterior.

O ONS também previu que as precipitações vão superar a média histórica no Nordeste (169%) e Norte (133%) para o mês de fevereiro.

Já para o Sul, que vem enfrentando condições climáticas adversas, a projeção é de chuvas em 38% da média histórica, queda de dois pontos ante a projeção da semana passada.

Com relação à carga de energia, o ONS prevê agora um aumento de 2,1% no Brasil em fevereiro, ante alta de 2,8% na projeção anterior.

Últimas