Brasil Operação da PF combate fraudes eleitorais em município do Paraná

Operação da PF combate fraudes eleitorais em município do Paraná

De acordo com as investigações, gabinete de vereadora de PInhais foi usado para falsificar comprovantes de endereço de ao menos 75 eleitores

  • Brasil | Do R7

PF faz busca na Câmara Municipal de Pinhais

PF faz busca na Câmara Municipal de Pinhais

Polícia Federal / Divulgação 14-10-2020

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira (14), no município de Pinhais, no Paraná, uma operação contra fraudes eleitorais, batizada de Fake Address. Os agentes cumprem quatro mandados de busca e apreensão em endereços dos investigados.

Há informações de que ao menos 75 transferências de domicílio eleitoral foram feitas com o uso de comprovantes de endereço falsificados.

Entre os locais onde estão sendo cumpridos os mandados está o gabinete de uma vereadora na Câmara Municipal de Pinhais.

Os fraudadores teriam se aproveitado de uma facilidade disponível durante a pandemia do novo coronavírus para cometer os crimes. 

Durante a crise sanitária, a Justiça Eleitoral permitiu que as transferências de domicílio eleitoral fossem realizadas através de sistema eletrônico Titulonet.

Recebidos os pedidos, a 188ª Zona Eleitoral de Pinhais/PR detectou que foram realizadas ao menos 75 transferências utilizando comprovantes de endereço falsificados. O inquérito policial, foi aberto em junho deste ano.

Durante as investigações foi possível vincular os pedidos a assessores de vereadora em exercício e candidata à reeleição.

Além das transferências irregulares, com utilização de documentação falsa, identificou-se indícios de que as multas eleitorais dos títulos com situação eleitoral irregular foram pagas pelos investigados.

Últimas