Brasil Parintins tem tanque de oxigênio 'sequestrado' em Manaus

Parintins tem tanque de oxigênio 'sequestrado' em Manaus

Prefeito da cidade afirma que também passa por problemas com ocupação total de leitos e estoque de oxigênio zerado

O prefeito de Parintins, Bi Garcia (DEM)

O prefeito de Parintins, Bi Garcia (DEM)

Yuri Pinheiro/Prefeitura de Parintins

O prefeito de Parintins (AM), Bi Garcia (DEM), disse que a cidade teve um tanque de oxigênio 'sequestrado' em Manaus por causa do colapso no sistema de saúde provocado pelo aumento de casos de covid-19 no Amazonas.

Leia também: 'Tive que  comprar o oxigênio', diz mãe de paciente em Manaus

Segundo ele, a cidade também enfenta problemas e o hospital Jofre Cohen, referência no tratamento da doença na cidade, está com a ocupação total dos leitos, com o estoque de oxigênio chegando ao fim.

Para normalizar o fornecimento de oxigênio, a prefeitura está viabilizando cilindros para reabastecer o hospital. Empresários locais se uniram para adquirir 24 cilindros de oxigênio que serão doadas ao Jofre Cohen.

"Nós estamos negociando a compra de 45 cilindros de oxigênio que chegarão nesta madrugada no aeroporto que está aberto 24 horas. Vamos fazer uma operação de guerra para que a gente traga esse oxigênio aqui para o Jofre Cohen. Com isso a gente ganha seis horas de abastecimento e vamos passar o dia todo de amanhã negociando para comprar mais oxigênio. Se for preciso fretar aeronaves grandes para trazer mais oxigênio a Parintins, vamos trazer até a chegada de uma nova usina que estamos comprando", assegurou Bi Garcia.

A nova usina de oxigênio que será instalada no Jofre Cohen terá capacidade de produção seis vezes maior que a existente na unidade de saúde. No interior do Amazonas, somente Maués possui esse tipo de usina instalada em Parintins.

Últimas