Brasil PEC das Domésticas poderá ser votada nesta terça

PEC das Domésticas poderá ser votada nesta terça

Proposta amplia direitos dos empregados domésticos

  • Brasil | Da Agência Senado

A PEC (Proposta de Emenda à Constituição) das Domésticas, que amplia os direitos dos empregados domésticos poderá ser votada no Plenário do Senado nesta terça-feira (19).

A proposição, conhecida como PEC das Domésticas, foi aprovada semana passada pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania. O texto estende  aos trabalhadores domésticos direitos já assegurados a outras categorias, como horas extras e FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço).

Alguns direitos estendidos aos empregados domésticos pela PEC 66/2012 têm aplicação imediata, como jornada semanal de 44 horas, com oito horas diárias de trabalho; pagamento de hora-extra em valor, no mínimo, 50% acima da hora normal; proibição de qualquer discriminação em função de sexo, idade, cor, estado civil ou deficiência.

PEC das Domésticas divide opiniões

Leia mais notícias de Brasil

Outros ainda vão depender de regulamentação para começar a valer, a exemplo do pagamento de seguro-desemprego; contribuição para o FGTS; remuneração do trabalho noturno superior à do diurno; contratação de seguro contra acidentes de trabalho.

A PEC adapta a legislação brasileira às normas editadas pela OIT (Organização Internacional do Trabalho) em 2011. Por este acerto internacional, os trabalhadores domésticos devem ter os mesmos direitos que os demais, incluídos aí a duração da jornada de trabalho, o descanso semanal remunerado de 24 horas e a liberdade de associação e de negociação coletiva.

Para que seja aprovada, a PEC terá que ser submetida a dois turnos de votação no Plenário do Senado. Se for aprovada, será promulgada pelo Congresso.

Últimas