Brasil Pezão é o 2º governador preso por corrupção durante o mandato 

Pezão é o 2º governador preso por corrupção durante o mandato 

Antes da prisão do governador fluminense nesta quinta-feira, apenas José Roberto Arruda havia ido para a cadeia

Pezão

Pezão teria recebido mesada de R$ 150 mil

Pezão teria recebido mesada de R$ 150 mil

Marcelo Camargo/15.02.2017/Agência Brasil

Luiz Fernando Pezão (MDB) entrará para a história da política brasileira como o segundo governador a ser preso durante o mandato acusado de corrupção. O chefe do Executivo fluminense foi detido na manhã desta quinta-feira (29).

Antes dele, apenas o então governador do Distrito Federal José Roberto Arruda foi preso em 2010 no exercício do mandato. Assim como Pezão, Arruda também foi para a cadeia acusado de desviar dinheiro de contratos do governo.

Ele passou dois meses na Superintendência da Polícia Federal em Brasília e perdeu o mandato. 

Pezão é apontado pelo delator Carlos Miranda, operador de propinas do ex-governador Sérgio Cabral (MDB), como beneficiário de mesadas de R$ 150 mil quando era vice-governador.

O político ainda teria recebido premiações de R$ 1 milhão e até "13º salário" de propina.  

Trata-se também do quarto governador do Rio a ir para a cadeia. Além de Cabral, já foram presos Anthony Garotinho e a mulher dele, Rosinha. Estes dois últimos sem relação com a Lava Jato. 

Assista à reportagem O Rio de Janeiro na Lama: